Causas para queda e alopecia em cabelos afro

Causas para queda e alopecia em cabelos afro

Existem diversas possibilidades de causas para queda e alopecia em cabelos afro.

Entender as particularidades e características desse tipo de cabelo pode ser o primeiro passo para prevenir ou até evitar a sua perda. 

Tipos de cabelo: características dos cabelos afro

Há 3 principais tipos de cabelo segundo a raça: asiático, afro e caucasiano ou europeu.

Todos os cabelos, independente do formato, são feitos dos mesmos componentes, sendo a queratina o principal constituinte de todos eles.

Entretanto, o formato do fio quando seccionado varia entre os 3 tipos de cabelos, fazendo com que eles apresentem diferentes graus de ondulação.

Os fios de cabelos asiáticos são bem arredondados quando observados após corte seccional, conferindo fios lisos.

Por sua vez, os fios dos cabelos afro são ovais ou elípticos, favorecendo o formato em espiral.

Finalmente, tanto o formato quanto o grau de ondulação dos fios caucasianos variam entre os dois tipos anteriores.

A produção de sebum no couro cabeludo pode variar entre as raças. Cabelos afro, no entanto, têm menos oleosidade nas pontas do que o restante.

Isso porque a conformação do fio dificulta a distribuição do óleo, chegando menor quantidade nas pontas.

Essa característica e a menor capacidade de absorção de água fazem com os fios de cabelos afro sejam mais ressecados. 

Por causa do ressecamento e de sua estrutura, eles são mais delicados do que os outros.

Além disso, suas características físicas os tornam mais propensos à formação de nós, “pontas duplas” e quebras no fio.

A maior fragilidade do fio, enfim, colabora para que o cabelo afro seja mais curto do que os demais.

Outro fator determinante é o fato de cabelos afro crescerem mais lentamente do que os outros tipos. Eles costumam crescer 0,9 cm/mês, enquanto cabelos caucasianos crescem 1,3 cm/mês.

Apesar das diferenças estruturais, as causas de queda de cabelo costumam ser semelhantes.

Alopecia androgenética

Assim como nos outros tipos de cabelo, essa é uma das principais causas de alopecia em cabelos afro.

A alopecia androgênica, também conhecido como calvície, afeta homens e mulheres.

Nessa condição, há miniaturização dos fios em pessoas geneticamente predispostas por ação do hormônio masculino diidrotestosterona (DHT).

Como resultado, os fios vão progressivamente ficando mais finos e curtos até não serem mais visíveis.

Quando não é mais possível enxergar os fios, a calvície se torna irreversível mesmo com o tratamento clínico.

Alopecia de tração

Os cabelos afro possuem uma série de possibilidades quanto a penteados e estilos, muitos deles passados até como herança cultural.

Entretanto, alguns acessórios utilizados para compor determinados estilos podem causar grandes prejuízos aos cabelos.

Apliques, cornrows, rastafari e certos tipos de penteados, por exemplo, podem tensionar muito os fios, levando à alopecia de tração.

O padrão da rarefação nesses casos está relacionado aos locais de maior tensão.

Se a tração excessiva for mantida por períodos prolongados pode haver perda definitiva dos cabelos.

Alopecia cicatricial central centrífuga

Também chamada de  síndrome da degeneração folicular, trata-se de uma condição mais comum em pessoas da raça negra, principalmente mulheres.

Geralmente o quadro se inicia na região do vértex ou “coroa”, se estendendo centrifugamente para o restante do couro.

Observa-se rarefação capilar acompanhada de aspecto cicatricial nas áreas acometidas do couro cabeludo .

Acredita-se que a causa dessa condição seja multifatorial. Produtos para alisamento, trauma, tração, características dos fios e genética são alguns dos possíveis fatores associados.

Apesar de incomum, essa condição deve sempre ser lembrada como uma das possibilidades em caso de alopecia em cabelos afro.

Tricorrexe nodosa: quebra dos fios

O cabelo afro tende a ser mais ressecado e com tendência à quebra.

O uso frequente de produtos e procedimentos para alisar e moldar os cabelos podem aumentar ainda mais essa fragilidade.

Uma das possíveis alterações estruturais do fio submetidos a esses métodos é conhecida como tricorrexe nodosa.

A tricorrexe nodosa caracteriza-se pela formação de nódulos de maior fragilidade e tendência à quebra ao longo dos fios.

Uma vez formados, esses nódulos são permanentes, acompanhando o crescimento dos fios.

O tratamento para os fios com tricorrexe nodosa é a interrupção dos fatores causais e corte dos cabelos.

Outras causas de alopecia em cabelos afro

Por conta de serem mais enrolados, os cabelos afro também são mais susceptíveis a certos problemas de couro cabeludo.

A foliculite queloidiana da nuca é um exemplo.

Essa condição é caracterizada pela formação de lesões com pus e cicatrizes tipo quelóide na nuca de pessoas principalmente da raça negra.

Outras causas de alopecia em cabelos afro incluem condições também observadas nos outros tipos de cabelo.

A lista inclui, dentre outras, a alopecia areata e alopecias cicatriciais como o lúpus e o líquen plano pilar.

Alopecia em cabelos afro: o que fazer?

As principais causas de alopecia em cabelos afro provavelmente estejam relacionadas à genética.

Entretanto, existem medidas que podem ser tomadas para diminuir os danos aos fios, quebra, queda e progressão da alopecia.

A ajuda profissional pode ser importante para correta orientação sobre os produtos e procedimentos mais indicados.

A Clínica Doppio além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

2 respostas

  1. Boa noite minha mãe está com várias falhas na cabeça.
    Quero saber qual o procedimento para agendarmos uma consulta.
    Aguardo retorno.
    Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *