Sempre que alguém começa a notar aumento da queda de cabelo após alguma infecção, surge a dúvida se o antibiótico faz cair cabelo e seria esse o motivo da queda acentuada.

Quais remédios podem causar queda de cabelo?

Existem diversos medicamentos que podem colaborar para a queda de cabelo.

Em geral, essa possibilidade já é descrita pela própria bula do medicamento na parte de efeitos indesejados.

A forma com que cada remédio leva à queda varia, assim como as chances e a intensidade com que eles colaboram com a condição.

Boa parte dos medicamentos contribuem para a queda ao interferir em alguma fase do desenvolvimento do fio, em especial no seu ciclo de vida.

Algumas medicações como os remédios usados para a quimioterapia, por exemplo, interferem na proliferação das células do bulbo capilar, provocando a queda do fio ainda na sua fase de crescimento máximo.

Isso explica a queda tão intensa após iniciar o tratamento contra o câncer.

Outros compostos como os anabolizantes e anticoncepcionais podem interferir no equilíbrio hormonal necessário para a manutenção do fio.

Há ainda aqueles que interferem no balanço nutricional, podendo criar quadros carência ou excesso de vitaminas e minerais. Esse é o caso, por exemplo, da hipervitaminose A causada por isotretinoína oral, usada no tratamento da acne.

Ainda que alguns mecanismos sejam conhecidos, os motivos que levam boa parte dos remédios a causarem queda continuam desconhecidos.

Estou com queda acentuada. Foi o antibiótico que está fazendo cair meu cabelo?

Os antibióticos são medicamentos usados para combater infecções quando elas são causadas por bactérias.

Mesmo quando a queda de cabelo ocorre após o início do tratamento medicamentoso, é difícil determinar se o antibiótico é o responsável.

Nesses casos, a queda pode estar relacionada com fatores associados, como a própria infecção bacteriana, estresse, baixa imunidade, dieta deficiente, entre outros.

Em geral, o uso do antibiótico dificilmente é o principal responsável por uma intensificação da queda capilar.

Normalmente, outros fatores como os mencionados anteriormente tornam o cabelo mais suscetível à queda, sendo o antibiótico mais um fator para que ela ocorra.

Quais antibióticos podem contribuir para a queda de cabelo?

Normalmente, antibióticos causam uma queda de cabelo difusa, sem cicatrizes.

Ainda que não seja um consenso, existem evidências de que alguns deles podem colaborar com a perda acentuada dos fios.

Alguns dos principais medicamentos atrelados à essa ocorrência são:

  • Cloranfenicol: antibiótico injetável indicado para tratar meningite, epiglotite, artrite e osteomielite.
  • Isoniazida, etambutol e etionamida: antibióticos usados no tratamento de tuberculose;
  • Gentamicina: princípio ativo usado no tratamento de infecções de pele, ósseas, gastrointestinais, peritonite, meningite, infecção urinária e oculares.
  • Nitrofurantoina: antibiótico recomendado no tratamento de infecções do trato urinário, agudas e crônicas, como cistites, pielites, pielocistites e pielonefrites;
  • Tianfenicol: antibiótico usado no tratamento de infecções respiratórias, geniturinárias, hepatobiliares, cirúrgicas, dos tecidos moles, otorrinolaringológicas meningites purulentas, febre tifoide.

Acredito que meu antibiótico faz cair cabelo: o que fazer?

O uso de antibióticos pelo tempo determinado pelo médico é fundamental para que a infecção seja controlada.

O fato de ser o único medicamento com necessidade de receituário duplo é um indício da importância de se seguir rigorosamente as indicações médicas nesse caso.

Portanto, em momento algum deve se cogitar interromper o uso do antibiótico por conta da queda de cabelo.

Mesmo porque não é possível saber se a queda se deve ao medicamento ou a infecção. Na dúvida, deve-se sempre eliminar a infecção primeiro!

Após o problema ser completamente controlado e o antibiótico ser suspenso, é esperado que haja uma melhora gradual do quadro, com normalização da queda em até 6 meses.

Como geralmente o antibiótico contribui pouco para a queda de cabelo, é importante verificar outras possíveis causas para a ocorrência acentuada.

Portanto, no caso de queda de cabelo em uso de antibiótico, procure um médico especialista.

A Clínica Doppio possui uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície. Além disso, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu