auxina tricógena crescimento cabelo barba

Auxina tricógena ajuda no crescimento do cabelo e da barba?

A auxina tricógena está frequentemente presente em fórmulas de tópicos e injetáveis para tratamento capilar ou da barba. Mas será que ela funciona?

O que é auxina tricógena?

A auxina tricógena é um composto desenvolvido e produzido pela empresa italiana Vevy Europe, sediada em Genova.

No Brasil, ela é importada e distribuída às farmácias de manipulação pela Galena.

Trata-se de um blend, ou seja, uma mistura de extratos botânicos direcionada para uso principalmente em produtos e medicamentos manipulados.

Três plantas fazem parte dessa mistura e constam no seu INCI name: Tussilago farfara L, Achillea millefolium L e Chincona officinalis.

A planta T. farfara é usada na medicina alternativa para tratar lesões de pele como espinhas, sarna e micose do couro cabeludo.

Já a A. millefolium é empregada na cicatrização de úlceras e feridas, enquanto a C. officinalis é utilizada no tratamento de dores e inflamações.

Os extratos dessas plantas dão a auxina tricógena a seguinte composição: fitoesteróis, alcalóides quinolínicos, sais de potássio, glicose, vitamina B2 (riboflavina), vitamina B3 (niacina), vitamina E (tocoferol), vitamina C (ácido ascórbico), taninos e óleos de éter.

Para que serve a auxina tricógena?

As auxinas são os hormônios produzidos por uma planta para controlar o seu próprio crescimento e desenvolvimento.

No caso da auxina tricógena, o termo foi empregado justamente para fazer um paralelo entre seus possíveis efeitos para o cabelo e sua origem natural.

Dessa forma, a função da auxina tricógena seria promover o crescimento e fortalecimento dos fios a partir de extratos vegetais.

Além do desenvolvimento do fio, outros benefícios da auxina tricógena incluiriam:

  • crescimento e preenchimento de falhas da barba
  • aumento dos cílios
  • tratamento da queda de cabelo
  • prevenção e tratamento da alopecia ou calvície.

O emprego da auxina tricógena pela farmácias de manipulação é bem amplo, variando desde a produção de cosméticos, shampoo, loção de uso tópico, máscaras, dentre outros.

Em geral, as receitas de manipulados contendo auxina tricógena também incluem outras substâncias como minoxidil, bioex capilar, follicusan, queratina e octopirox.

A idéia de usar um maior número de ativos é ampliar o efeito e as possíveis ações de cada um deles.

Como a auxina tricógena age?

Os possíveis mecanismos de ação da auxina tricógena nos cabelos, barba e couro cabeludo são apresentados pela empresa Vevy Europe em seu site.

Os dados, segundo a empresa, foram obtidos de um experimento com ratos de laboratório.

No experimento, 24 ratos foram divididos em 4 grupos, que receberam, respectivamente, aplicações tópicas:

  • auxina tricógena 15% em etanol 75%
  • auxina tricógena 30% em etanol 75%
  • etanol 75%
  • nenhum tratamento

Para cada grupo, foram realizadas análises em 3 ratos após 7 dias e nos outros 3 após 14 dias.

Os pontos de avaliação do experimento foram: concentração de água, histamina, mucopolissacarídeos, ácido hialurônico, heparina e sulfato de condroitina.

A mensuração da concentração de água visava avaliar a possiblidade de inchaço como efeito colateral da substância.

A histamina, por sua vez, é uma molécula do corpo envolvida em reações alérgicas e inflamatórias.

Portanto, a quantidade de histamina pode dar uma idéia de possível resposta inflamatória ao produto.

Já os mucopolissacarídeos, ácido hialurônico, heparina e sulfato de condroitina foram usados como marcadores de crescimento do fio e de hidratação da pele do couro cabeludo.

No experimento, não houve mudança da quantidade de água nos diferentes grupos.

Entretanto, todas as outras moléculas avaliadas apresentaram graus variados de aumento com uso da auxina tricógena.

Isso levou os pesquisadores a acreditarem que a auxina poderia ter alguma ação no prolongamento da fase anágena, responsável pelo crescimento do pelo da barba e do cabelo.

Como usar a auxina tricógena?

A auxina tricógena não é um produto pronto, mas um componente para ser usado em fórmulas de manipulação e, por isso, não tem bula.

 A quantidade do composto a ser aplicada bem como sua forma de uso variam de acordo com sua concentração e das outras substâncias da fórmula a ser manipulada.

Em geral, utilizam-se concentrações de auxina tricógena entre 10 e 30% em loção capilar qsp, ou seja, loção capilar em quantidade suficiente para atingir o volume prescrito.

Assim, supondo que o médico prescreva 100 ml da loção, por exemplo, serão 30% de auxina e 70% de solução capilar hidroalcoólica.

Na concentração entre 10 a 30% de auxina, acrescida ou não de minoxidil 2% a 5%, a quantidade geralmente recomendada é de cerca de 20 gotas ao dia, espalhadas de forma a cobrir toda a área falha do couro cabeludo e barba.

Riscos e efeitos colaterais da auxina tricógena

Não há relatos de efeitos colaterais em humanos associados ao uso de auxina tricógena usadas topicamente na barba ou couro cabeludo.

Alguns dados sobre a segurança da auxina estão disponíveis no site da Vevy Europe.

Os testes, realizados em animais de laboratórios, mostraram que a auxina não provocou toxicidade sistêmica quando injetados no abdome de ratos.

A auxina chegou a causar vermelhidão na pele de coelhos, mas não houve alergia ou sensibilidade à luz quando aplicada em porquinhos da India.

Além disso, o uso da auxina em ratos não induziu má-formações ou câncer.

Auxina tricógena funciona?

Os únicos dados sobre a eficácia da auxina tricógena são os disponíveis no site da empresa Vevy Europe.

Como prova de que a auxina funciona para os cabelos, a empresa apresenta dados de um estudo próprio feito com 30 homens com alopecia.

No estudo, os participantes foram orientados a aplicar a Auxina Tricógena no couro cabeludo diariamente.

A análise foi feita a partir de 50 fios extraídos aleatoriamente após 40 dias de tratamento.

Os resultados dessa avaliação sugeriram que a auxina tricógena possa ser capaz de aumentar a proporção de fios em fase anágena.

Quanto maior a porcentagem de fios em fase anágena ou de crescimento, menor a queda de cabelo.

Barba

Para avaliar a ação da auxina tricógena no crescimento da barba, a empresa apresentou outra pesquisa em seu site.

Dessa vez, o grupo de estudo contou com 25 homens entre 25 e 55 anos.

Os voluntários foram orientados a usar 2 loções de barba, chamadas de A e B, uma em cada lado do rosto.

A aplicação era feita 2 vezes ao dia, uma pela manhã ao barbear e outra à noite, durante 60 dias.

Nem os participantes, nem os avaliadores, no caso dermatologistas, sabiam qual das loções tinha auxina tricógena.

A avaliação feita pelos médicos se baseava em uma escala visual de 0 a 5, onde 5 era o completo preenchimento da barba.

Os resultados finais mostraram o local tratado com auxina tricógena recebeu nota 3 de média, enquanto a barba tratada com placebo ficou entre 0 e 1.

Auxina tricógena é boa para os cabelos ou barba?

Existem diversos critérios que podem ser levados em conta para saber se um composto é bom para cabelos e barba, por exemplo.

Resenhas, opiniões pessoais e fotos de antes e depois fazem parte do processo de formação de opinião, mas não devem ser mais importante na análise de resultados sobre remédios e tratamentos.

A escolha de um tratamento deve ser sempre baseada em conhecimentos e estudos científicos.

Para que seja considerado eficiente, é preciso que um medicamento tenha sido testado diversas vezes em diferentes pesquisas científicas, e que essas sejam bem realizadas e imparciais.

É esse justamente o ponto que pesa contra o uso da auxina tricógena em fórmulas para crescimento e fortalecimento do cabelo e barba.

Os únicos dados disponíveis sobre o produto são os do próprio site da empresa, no caso a Vevy Europe.

Não há outros estudos comparativos sobre o tema, realizados por pesquisadores independentes e publicados em revistas científicas importantes.

O próprio estudo apresentado pela empresa tem falhas na metodologia que comprometem seus resultados.

Assim, seus efeitos e benefícios, seja no tratamento capilar ou no crescimento da barba, carecem de mais embasamento científico.

O que funciona para o tratamento capilar e crescimento da barba?

Existem opções comprovadamente eficientes para se tratamento da barba, cabelo e couro cabeludo.

Para saber mais sobre o assunto, faça-nos uma visita.

A Clínica Doppio possui uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície. Além disso, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

Atendimento

  • Avenida Lavandisca, 777 - Moema, São Paulo, SP. CEP: 04515-011
  • Terça à Sexta: 09hs às 19hs.
    Sábado: 09h às 18hs
  • +55 (11) 3853-9175
Categorias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *