Capilia longa para tratamento da caspa, calvície e queda de cabelo

É até certo ponto comum ver compostos derivados de plantas como, por exemplo, o Capilia longa, serem usados para tratamento capilar.

O curioso nome chama atenção talvez por passar a ideia de ser algo capaz de deixar os cabelos mais longos.
Aliás, o apelo do nome sugestivo e o fato de ser “natural” são atrativos para torná-lo mais presente em fórmulas de remédios manipulados.
Mas como todo princípio ativo usado em tratamentos médicos, ele também precisa ter sua ação e resultados avaliados por pesquisas científicas.

O que é Capilia longa?

O Capilia longa é uma formulação à base de cúrcuma.
A cúrcuma, cujo nome científico é Curcuma Longa, é uma planta tropical e subtropical da família Zingiberaceae.
Conhecida pelo seu tom fortemente alaranjado, ela é usada como tempero em diversas receitas culinárias.
Além disso, credita-se a ela propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, cicatrizantes e antimicrobianas.
Em loções capilares, o Capilia longa pode ser manipulado na concentração de 0,5% a 2%.
A sua composição inclui uma mistura de fitopeptídeos extraídos da cúrcuma, como, por exemplo:
  • oligoelementos incluindo magnésio, ferro, zinco, cobre, cálcio e outros;
  • aminoácidos essenciais:metionina, cisteína e prolina;
  • vitamina C e complexo B (B1, B2, B3, B6, B8 e B9).

Para que serve o Capilia Longa?

A Galena é a empresa responsável pela comercialização do Capilia longa.
De acordo com a empresa, o composto seria capaz de estimular a proliferação de células na papila dérmica.
Dessa forma, ele ajudaria no crescimento capilar e redução da queda de cabelo.
Além disso, há relatos na Internet sobre sua possível ação contra caspa e também para tratamento da calvície.

Mecanismo de ação 

Segundo o informe técnico do produto, os resultados do Capilia longa se devem a uma combinação de mecanismos de ação, incluindo:
  • modulação de fatores epigenéticos relacionados à queda de cabelo. Essas alterações seriam capazes de segurar o fio em fase de crescimento, retardando sua entrada na fase de queda;
  • aumento da produção de queratina, principal componente estrutural do fio, responsável pela força, peso e resistência do cabelo;
  • nutrição do bulbo capilar através das vitaminas presentes em sua fórmula;
  • melhora da vascularização, ou seja, da irrigação da raiz do cabelo, deixando o fio mais saudável;
  • estimulação do desenvolvimento do fio através de processos envolvendo fatores de crescimento como o IGF-1.

Além disso, outro mecanismo de ação da Curcuma aeruginosa proposto por um trabalho científico seria o bloqueio da enzima 5-alfa-redutase. Essa enzima é responsável pela conversão de testosterona em diidrotestosterona (DHT), principal hormônio associado à calvície.

Capilia longa funciona?

Há poucos estudos sobre a eficácia e segurança do Capilia longa.
A maior parte deles, inclusive, são da própria empresa envolvida na comercialização do composto.
Por isso, a metodologia, bem como detalhes da pesquisa, não são abertos, sendo apenas parte das informações disponíveis.
Alguns dos resultados desses testes realizados com o Capilia longa constam no informe técnico do produto.
Segundo esse informe, os dados apresentados envolveram a participação de 40 homens caucasianos com diversas causas de queda de cabelo.
Os resultados da pesquisa apontaram:
  • redução de até 89% na queda de cabelo;
  • aumento de 52% na densidade capilar;
  • mais de 13.500 novos fios.
De acordo com o informe, o aumento da densidade capilar ocorreu após 90 dias de aplicação da loção, com resultados mais significativos após 150 dias.
Além disso, consta que 85% dos participantes relataram novos fios e 95% observaram a diminuição da queda de cabelo.
Antes de se animar com os resultados apresentados pela empresa, no entanto, é preciso ter uma visão crítica sobre esse números.
Assim, por exemplo, é fundamental considerar que a pesquisa foi conduzida pela própria fornecedora do ativo.
Além disso, por ser um produto desenvolvido e patenteado por uma indústria farmacêutica, há restrição de estudos com esse composto na literatura médica.
A ausência de estudos independentes gera incertezas sobre a efetividade desse tratamento capilar.

Cúrcuma, calvície e queda de cabelo

Quando se pesquisa por cúrcuma e queda de cabelo ou calvície, também há uma escassez de dados.
Um dos poucos estudos sobre o tema foi feito na Tailândia e envolveu o uso de um composto extraído da Curcuma aeruginosa, o hexane 5%. 
De acordo com esse estudo, houve uma aparente melhora dos cabelos em pacientes calvos tratados com a solução.
Entretanto, nessa pesquisa, o derivado da cúrcuma foi misturado com o minoxidil, um tratamento clássico da calvície. 
Dessa forma, fica a dúvida se o resultado encontrado pelos pesquisadores não se deve exclusivamente ao minoxidil, já comprovadamente eficiente.

Efeitos colaterais

Da mesma forma que há poucos dados sobre a eficácia também não há muita informação sobre efeitos adversos do Capilia longa.
Por ser tópico, acredita-se que, quando presentes, os efeitos colaterais sejam mais locais como irritações, coceira ou dermatite.

Como tratar a queda de cabelo?

A alopecia androgenética é a principal causa de calvície em homens e mulheres.
Nessa condição, a perda de cabelo tem origens hereditárias com participação dos hormônios masculinos testosterona e diidrotestosterona (DHT).
Em pessoas geneticamente predispostas, os hormônios masculinos vão destruindo progressivamente os folículos pilosos do topo da cabeça.
O processo, chamado de miniaturização, provoca afinamento e encurtamento gradual dos cabelos até sua completa extinção.
Dependendo do grau de atrofia do fios, eles não voltam mais.
Portanto, a possibilidade de recuperação dos cabelos é maior quanto antes se detecta e se inicia o tratamento.
O uso precoce de remédios, tecnologia e procedimentos específicos permite reativar folículos atrofiados e restaurar os fios acometidos.
Para casos mais avançados, as opções de tratamento ficam restritas ao transplante cirúrgico ou ao uso de próteses capilares.
Nesse contexto, a escolha de quais princípios ativos utilizar para o tratamento é determinante na corrida contra a perda de cabelos.
Por isso, é fundamental ter o acompanhamento e análise crítica de um médico especialista.
A Clínica Doppio além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.
Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.
blank

Dr. Nilton de Ávila Reis

CRM: 115852/SP | RQE 32621


Posts Relacionados

Por que o cabelo cai com com minoxidil?
A queda de cabelo com minoxidil preocupa e desestimula muitos pacientes a usar o medicamento.... (Leia mais)
Água oxigenada: usos, riscos e efeitos para o cabelo
Muitos usuários de tinturas capilares têm dúvida sobre se usar água oxigenada no cabelo faz... (Leia mais)
Tratamento para cabelo com ozônio funciona?
A ozonioterapia capilar tem sido usado para queda de cabelo, calvície e até para infecções... (Leia mais)

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *