Como acabar com piolhos e lêndeas: shampoo para piolho funciona?

Os tratamentos da pediculose incluem desde shampoo para piolho, assim como loções capilares, remédios orais e até receitas caseiras. 

Mas será que essas medidas são igualmente efetivas para acabar com piolhos e lêndeas?

O que é pediculose?

O termo pediculose se refere a 2 tipos de infestação: na cabeça e na região pubiana.

A pediculose da cabeça é a infestação pelo piolho, cujo nome científico é Pediculus humanus capitis.

Já a pediculose pubiana ocorre pela infestação de um carrapato, o popular chato, de nome científico Pthirus pubis.

Piolho da cabeça: características

Para entender como o shampoo para piolho ou outro tratamento funciona, é fundamental antes saber mais sobre esse inseto.

Os piolhos adultos medem entre 2 e 4 mm.

Eles vivem próximo ao couro cabeludo, onde encontram calor, umidade, alimento e proteção. 

O piolho da cabeça costuma se alimentar em intervalos de 3 a 6 horas.

Por isso, eles conseguem viver apenas 1 a 2 dias longe do hospedeiro humano.

Pediculose da cabeça: como se pega piolho?

Os piolhos não têm asas e não saltam, mas rastejam rapidamente.

Portanto, a transmissão do piolho ocorre por contato direto entre cabelos ou por compartilhamento de objetos. 

Por isso, o piolho da cabeça infesta mais frequentemente crianças de idade escolar, especialmente entre 3 e 11 anos.

Pets ou animais de estimação não são vetores para transmissão do piolho da cabeça.

Ciclo de infestação: diferença entre piolho e lêndea

Geralmente uma infestação ativa de piolhos inclui menos de 20 adultos.

Sem tratamento, eles podem viver entre 3 a 4 semanas. 

Após o acasalamento, a fêmea consegue botar 5 a 6 ovos ao dia por um período de 30 dias.

O ovo do piolho da cabeça recebe o nome de lêndea.

Para eclodirem, as lêndeas precisam de temperaturas mais altas, justificando sua preferência pela nuca e proximidade do couro.

As lêndeas levam de 9 a 10 dias para dar origem às ninfas.

Por sua vez, as ninfas demoram cerca de 15 dias para se tornarem adultas.

Fora da cabeça, as lêndeas podem sobreviver por até 3 dias.

Piolho da cabeça: por que coça?

No processo de sugar sangue, o piolho injeta saliva, capaz de causar irritações e coceira no couro cabeludo.

A coceira também pode ser por infecção bacteriana secundária a escoriações na pele.

Após a transmissão, é comum levar de 2 a 6 semanas para começar a coceira.

Entretanto, parte dos pacientes são assintomáticos e não manifestam incômodo.

Além da coceira, algumas pessoas apresentam uma típica mancha vermelha na nuca.

Essa lesão é a reação do organismo à sensibilização por componentes antigênicos presentes na saliva dos piolhos.

Tratamento: como acabar com piolhos?

A coceira intensa costuma ser o principal motivo de procura pelo tratamento e um importante indício da infestação.

Mas, apesar de sugerir o diagnóstico, esse depende basicamente da visualização das lêndeas ou do piolho.

Após encontrar um desses elementos, então se inicia o tratamento.

Existem diferentes opções de ativos e apresentações de produtos para acabar com piolhos e lêndeas.

Algumas delas serão descritas a seguir.

Shampoo para piolho

Quando os pais encontram lêndeas ou piolho na cabeça dos filhos, é comum eles mesmos tentarem tratar.

Nessa situação, o tratamento de escolha costuma ser um shampoo para piolho de farmácia.

A escolha pelo shampoo para piolho leva em consideração a facilidade de acesso, mas também seu perfil de segurança.

Dentre as opções de shampoo para piolho, as mais comuns contêm: deltametrina 0,2 mg/mL e permetrina 1%.

O shampoo para piolho com 1% de permetrina consiste na primeira linha de tratamento.

Embora seja o mais eficiente, alguns estudos começam a apontar resistência ao ativo.

Além de eficaz, esse composto também tem um bom perfil de segurança.

Trata-se de um piretróide sintético neurotóxico para piolhos, mas com toxicidade baixa para humanos.

A recomendação do shampoo para piolho contendo permetrina é para crianças a partir de 2 meses de idade.

Devido à baixa absorção, a permetrina não costuma causar reações sistêmicas.

Mesmo assim, ela pode resultar em incômodos no momento da aplicação, como coceira ou leve queimação no couro cabeludo.

Por isso, é sempre importante consultar o pediatra quando for fazer uso de qualquer substância em crianças menores.

Como usar o shampoo para piolho?

Antes de aplicar o shampoo para piolho, é interessante lavar os cabelos com um xampu comum, mas sem passar condicionador.

Outra dica é tirar o excesso de umidade antes da aplicação do shampoo para piolho. É melhor usar o produto ainda com os cabelos úmidos, mas não ensopados.

Cabelos encharcados podem diluir o composto, diminuindo a eficácia do shampoo antipiolho.

Após aplicar o shampoo para piolho, deve-se aguardar cerca 10 minutos para substância agir antes de enxaguar.

Esse tempo pode variar de acordo com o shampoo, sendo, por isso, importante ler as instruções do produto antes de usá-lo.

Além disso, também é interessante não lavar o cabelo por 1 a 2 dias após a aplicação.

Por fim, recomenda-se repetir o processo 9 dias após o primeiro tratamento para matar as ninfas.

Loção para matar piolho 

O shampoo para piolho não é a única forma para tratar a pediculose. Existem também opções de produtos em loções ou emulsão capilar.

Nesse caso, além dos ativos piolhicidas permetrina e deltametrina, ainda há a dimeticona 4%.

A dimeticona age de forma diferente dos demais. Enquanto os outros paralisam e matam o piolho por serem neurotóxicos, a dimeticona gruda e sufoca o piolho.

Dessa forma, a dimeticona mata o piolho da cabeça por impedir sua respiração.

A recomendação de uso é para crianças a partir de 2 anos de idade.

Remédio para piolho via oral

Medicamentos orais também fazem parte das opções de tratamento da pediculose.

Embora seja menos comum, em casos específicos, pode ser necessário se usar a ivermectina, por exemplo. 

Essa prescrição, entretanto, depende de avaliação médica especializada.

Remédio caseiro para piolho

Existem diversos cuidados e hábitos domésticos para se acabar com piolhos.

O primeiro deles é separar todos os pertences da pessoa com infestação.

Durante o tratamento, não é aconselhável compartilhar objetos pessoais.

Pelo contrário, recomenda-se separar e guardar os utensílios de uso capilar em um saco plástico fechado por 2 semanas.

Também é bom passar aspirador de pó para recolher possíveis fios com lêndea do chão e mobília, evitando a recorrência.

Piolho não gosta de calor. 

De acordo com o Center of Disease Control, o CDC americano, piolhos e lêndeas morrem após 5 minutos a 53ºC.

Por isso, é importante separar as roupas dos últimos 2 dias e lavar com água quente, passando com ferro depois.

É bem mais seguro agir dessa forma do que usar secador para matar piolho.

O piolho morre com secador, mas a proximidade e temperatura necessárias para acabar com piolhos pode causar queimaduras no couro.

Dessa forma, não se recomenda usar o secador para matar piolho.

Como tirar lêndea do cabelo?

As lêndeas são os ovos do piolho da cabeça.

Elas se fixam à haste capilar através de um tipo de cola.

Mesmo depois de eclodirem, as lêndeas continuam fixas ao fio, não causando risco de infecção, mas gerando incômodo estético.

Para remover as lêndeas é preciso seguir 2 passos:

  1. aplicar uma solução contendo vinagre e água nos fios;
  2. passar o pente fino.

A sequência de como tirar a lêndea do cabelo se inicia no preparo da solução para dissolver sua cola.

Para isso, deve-se misturar água morna e vinagre em iguais proporções dentro de um copo. 

A seguir, aplicar a solução nos cabelos com lêndeas, especialmente na nuca e atrás das orelhas.

Deve-se então deixar a loção agir por cerca de 10 minutos e então pentear os cabelos com um pente fino.

Para facilitar a tarefa, é aconselhável separar os fios em pequenas mechas e começar pelas pontas em direção à raiz.

Depois de terminar, é bom enxaguar os cabelos abundantemente.

Por fim, indica-se repetir o processo a cada 2 a 3 dias até não se observar mais pontinhos brancos nos fios.

Como acabar com piolhos e lêndeas resistentes?

É preciso seguir alguns passos para acabar com piolhos e lêndeas resistentes.

O primeiro deles é não tentar truques ou remédios caseiros para matar piolhos.

Piolho não morre efetivamente com vinagre, álcool gel, cloro, detergente, água, maionese, azeite ou outras loções caseiras.

Portanto, não perca tempo com essas tentativas!

Piolho até morre com secador e chapinha, mas também não se recomenda utilizar os aparelhos para esse fim.

Isso porque há alta chance de queimaduras pela proximidade dos insetos ao couro e temperatura necessária para matá-los. 

Dessa forma, a recomendação é usar uma loção ou shampoo para piolho e seguir as indicações do fabricante.

Outra dica fundamental para acabar com piolhos e lêndeas resistentes é tratar todos da casa.

Não adianta tratar somente a pessoa com sintomas. O tratamento precisa se estender a todos os contactantes, ou seja, todos os familiares e pessoas próximas.

Mais uma etapa importante para acabar com piolhos é repetir o tratamento depois de 9 dias.

Esse prazo leva em conta o tempo necessário para os eclodirem as ninfas das lêndeas do piolho.

Reaplicando o produto, se não forem vistos piolhos adultos durante três semanas, o tratamento pode ser considerado efetivo.

Caso os piolhos ainda persistam, é hora de procurar um médico para avaliar outras possibilidades, incluindo remédios orais.

Piolho na cabeça: o que fazer?

Algumas pessoas buscam soluções envolvendo possíveis produtos e substâncias que o piolho não gosta antes de realmente tratar o problema.

Até mesmo medidas como lavar os cabelos diariamente passam a ser adotadas na expectativa de acabar com os piolhos.

Entretanto, essas medidas e receitas caseiras não costumam surtir efeito.

Piolho não tem relação com falta de higiene nem com tipo de cabelo ou química. Fios lisos, com relaxamento, tinta ou crespos são igualmente sujeitos à infestação.

Portanto, o caminho para lidar com a infestação não é por aí.

Existem diversos produtos disponíveis para tratamento de fácil acesso nas farmácias como, por exemplo, o shampoo para piolho.

Seguindo as orientações do fabricante e os cuidados gerais do tratamento, a chance de acabar com os piolhos é alta.

Mas, em caso de infestação persistente, a recomendação é buscar auxílio médico especializado.

A Clínica Doppio além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

Dr. Nilton de Ávila Reis

CRM: 115852/SP | RQE 32621


Posts Relacionados

Peeling capilar: indicações, benefícios e riscos
O peeling capilar faz parte do protocolo de tratamento de diversas patologias envolvendo o cabelo... (Leia mais)
Foliculite dissecante: causas, diagnóstico e tratamento
Alguns tipos de foliculite do couro cabeludo podem cursar com alopecia cicatricial. Esse é o... (Leia mais)
Irritação no couro cabeludo: o que pode ser?
Não é incomum escutar alguém se queixando de sintomas de dermatite do couro cabeludo como... (Leia mais)

2 Responses

    1. Olá, Luzinete

      Existem produtos próprios para matar piolhos na farmácia. Para eliminar as lêndeas é preciso seguir os passos descritos no artigo.

Deixe um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *