Intolerância ao glúten e queda de cabelos

Intolerância ao glúten e queda de cabelos

Quando o cabelo começa a cair demais, as pessoas logo procuram por possíveis causas, dentre elas a alimentação. Nesse momento, uma das dúvidas que podem surgir é se existe relação entre intolerância ao glúten e queda de cabelo.

Intolerância ao glúten

O glúten é um composto de diferentes proteínas encontrado com mais frequência no trigo, cevada e centeio.

Em uma pequena parcela da população, o glúten pode desencadear alterações como ataxia, dermatite herpetiforme, sensibilidade ao glúten não celíaca e doença celíaca.

Doença celíaca

A doença celíaca é uma condição autoimune desencadeada pelo glúten.

Nessa desordem, ocorre produção de anticorpos contra as células da parede intestinal.

Anticorpos são substâncias produzidas pelo corpo que sinalizam e orientam a resposta inflamatória.

Geralmente eles são produzidos para proteger o organismo, reconhecendo patógenos como bactérias ou vírus.

No entanto, em doenças autoimunes ocorre a produção de auto-anticorpos, ou seja, anticorpos contra estruturas do próprio corpo.

A produção de anticorpos contra o cabelo leva à alopecia areata. Anticorpos contra o glúten e o intestino levam à doença celíaca ou intolerância ao glúten.

Nos portadores dessa doença, o consumo de alimentos contendo glúten levam à inflamação da parede intestinal. Esse processo gera atrofia da parede do intestino, com prejuízo da absorção de nutrientes.

Sintomas como diarreia, cansaço, perda de peso, inchaço e anemia costumam estar presentes.

Mesmo quantidades pequenas de alimentos com glúten podem desencadear os sintomas.

O diagnóstico da doença celíaca é feito pela suspeita clínica, confirmada por exames de sangue, imagem e biópsia.

A doença celíaca não tem cura. O organismo não se acostuma e nem se adapta ao consumo gradual dessa substância com o tempo.

O tratamento é feito com eliminação do glúten da dieta.

Alopecia

O termo alopecia faz referência à perda de cabelos. Existem diversas formas de alopecia, sendo as mais comuns a androgenética e a areata.

A alopecia androgenética, ou calvície, é a rarefação gradual dos cabelos provocada por fatores hormonais em pessoas predispostas geneticamente.

A alopecia areata é uma condição não totalmente compreendida, porém classificada como uma desordem autoimune.

Nessa condição, ocorre queda abrupta de tufos de cabelo com aparecimento de falhas e exposição do couro cabeludo.

A queda ocorre pelo ataque do sistema imune aos próprios fios de cabelo da pessoa. Esse ataque também é responsável pela interrupção da produção de novos fios.

Alopecia e inflamação

Pessoas com doença celíaca evitam glúten, pois esse leva a uma inflamação do intestino.

Além do intestino, a intolerância ao glúten pode se manifestar com sinais inflamatórios em outras partes do corpo.

Como o processo inflamatório está presente no desenvolvimento da alopecia e da queda de cabelo, surge a questão se poderia haver relação entre intolerância ao glúten e queda de cabelo.

Intolerância ao glúten e queda de cabelo

Não há relação direta entre glúten e queda de cabelo.

Apesar de serem doenças secundárias a alterações da resposta inflamatória e imune, não há comprovação científica da associação entre intolerância ao glúten e alopecia androgenética. A relação entre intolerância ao glúten e alopecia areata também é controversa.

Também não há comprovação científica de que a restrição ao glúten interfira na evolução da alopecia em pessoas sem doença celíaca.

No entanto, portadores de doença celíaca podem desenvolver déficits nutricionais que acabam por impactar nos folículos pilosos, induzindo a queda.

A queda causada por deficiências de vitaminas e minerais é conhecida como eflúvio telógeno.

O eflúvio telógeno caracteriza-se pela precoce interrupção da produção do fio, com consequente queda de cabelo.

Glúten e queda de cabelo: considerações finais

A dieta é um fator muito importante para a saúde capilar.

Existem diversos fatores relacionados à alimentação que podem acarretar danos aos cabelos.

Entre eles, inclusive, alguns alimentos que contribuem para a queda.

O glúten, entretanto, não é um deles.

A correta orientação sobre possíveis causas do comprometimento capilar evita restrições e mudanças de hábitos de vida desnecessários.

Para receber mais informações sobre esse e outros aspectos da perda de cabelos, faça-nos uma visita.

A Clínica Doppio além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

 

 

 

 

2 respostas

    1. Olá, Sandra

      O telefone de contato é (11) 38539175.
      O endereço é Avenida Lavandisca, 777 – 3o andar – Moema – São Paulo/SP.
      Qualquer dúvida, estamos à disposição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *