Lavar o cabelo todo dia faz mal?

Há muita divergência sobre se é bom ou ruim lavar o cabelo todo dia.

Muitos pregam que esse hábito apodrece o fio, aumenta a queda de cabelo e tem até quem defenda não usar xampu.

Por outro lado, também existem pessoas a defenderem a higiene capilar diária como forma de prevenção de dermatites e queda.

Mas afinal, lavar o cabelo todo dia faz mal ou não?

A resposta correta é depende.

Fatores  que influenciam a frequência de lavagem do cabelo

Para saber se lavar o cabelo todo dia é uma boa, é preciso ficar atento a alguns pontos.

Tipo do cabelo

A primeira variável que influencia a frequência de lavagem é o tipo de cabelo.

Graças a sua conformação, cabelos crespos são mais secos, pois há  menor distribuição do sebo vindo da raiz. 

Dessa forma, esses cabelos se tornam mais frágeis e propensos à quebra.

Para não agravar o ressecamento e fragilidade capilar, pacientes com fios crespos devem evitar de lavar o cabelo todo dia.

Portanto, nesse caso, a limpeza pode ter intervalos maiores, demorando até 1 semana para lavar.

Por outro lado, quem tem cabelo liso precisará de uma periodicidade de lavagem mais frequente para controlar a oleosidade.

Comprimento do fio

Quanto mais longo for o cabelo, maior será a tendência de ressecamento das pontas.

Isso porque a produção do óleo natural presente na haste capilar ocorre somente nas glândulas sebáceas do couro cabeludo.

Ao deixar a pele, o sebo passa a se espalhar ao longo do fio, lubrificando-o. Fios mais longos têm maior dificuldade de fazer chegar o óleo naturalmente às pontas.

Além disso, a praticidade de se lavar cabelos compridos também é algo a se considerar.

O tempo necessário para lavar, secar, e hidratar cabelos longos muitas vezes torna inviável lavar o cabelo todo o dia.

Assim, a frequência de lavagem também vai depender do comprimento do fio e da disponibilidade de tempo para cuidar dele.

Rotina

A periodicidade de lavar o cabelo também acompanha o ritmo de vida da pessoa.

Dessa forma, é necessário fazer adaptações conforme ocorrem mudanças no dia a dia.

Quem pratica muitas atividades físicas, utiliza piscina ou trabalha ao ar livre pode precisar lavar o cabelo todo dia.

Isso porque o acúmulo de suor, cloro, poeira e resíduos provoca irritações no couro cabeludo.

Oleosidade, suor e sujeira

Talvez o principal critério para levar as pessoas a lavar o cabelo todo dia seja a aparência.

O aspecto de cabelo oleoso ou sujo e até mesmo o mau cheiro do couro cabeludo não são agradáveis.

Por isso, é comum ser esse o principal fator a determinar a frequência de lavar os cabelos.

Geralmente quem não costuma lavar o cabelo todo dia justifica dizendo que ele aguenta bem sem lavar. Em outras palavras, quer dizer que a oleosidade não incomoda a pessoa a ponto de a fazer lavar o cabelo. Isso é especialmente válido em idosos.

Idade

A produção sebácea sofre influência dos hormônios masculinos, razão pela qual os jovens tendem a ter cabelos mais oleosos.

Por outro lado, mulheres após a menopausa têm uma menor produção sebácea e maior tendência ao ressecamento com o avançar da idade.

Dessa forma, é mais comum idosos passarem a aumentar o intervalo entre cada lavagem de cabelo.

Química, penteados, apliques

Quem faz química, escova em salão ou usa Mega hair também tende a não lavar o cabelo todo dia.

Isso porque a lavagem pode prejudicar a coloração, desfazer o efeito liso ou desprender fios da extensão capilar.

Mais do que isso, lavar o cabelo nesses casos significa perder o tempo e o investimento gastos nesses procedimentos.

Portanto, na vida real, esse é um dos fatores que levam as pessoas a não lavar o cabelo todo dia.

Couro cabeludo

Quadros inflamatórios do couro cabeludo como, por exemplo, a dermatite seborreica, podem ser bem incômodos.

Além da caspa aparente, a coceira, dor, sensibilidade, formigamento, pinicação, ardência, espinhas ou até feridas forçam a lavagem frequente.

Isso porque ao lavar o cabelo todo dia com xampus próprios, observa-se um alívio progressivo desses sintomas.

Queda de cabelo

A queda de cabelo é um outro ponto crítico na determinação da frequência de lavagens.

Ao notar os fios caindo no banho, muitas mulheres evitam lavar o cabelo todo dia.

Desse modo, elas têm a sensação de de melhora da queda ao não ver o ralo cheio de cabelo.

Mas ao lavar o cabelo novamente, o truque vai por água abaixo. A quantidade de fios é ainda maior, pois representa a soma de todos os dias anteriores.

Qual passa a ser o raciocínio delas então? É preciso espaçar ainda mais as lavagens porque o quadro está piorando.

Entretanto, essa aparente diminuição da queda ao não lavar o cabelo todo dia é uma ilusão.

O efeito glue nesse caso se deve ao acúmulo do óleo, aumentando a adesão dos fios uns aos outros.

Além do raciocínio não ser verdadeiro, ele ainda pode ser a causa do problema.

Ao não lavar o cabelo todo dia, há um aumento da sujeira, oleosidade e toxinas no couro.

Esse ambiente é propício ao desenvolvimento de fungos e bactérias, provocando irritação e dermatite.

O resultado final é o aumento da queda de cabelo

Portanto, não higienizar o couro cabeludo com frequência favorece o cabelo cair mais.

Benefícios de lavar o cabelo todo dia

Dentre as vantagens de manter uma rotina frequente de limpeza do cabelo e do couro cabeludo estão:

  • controle da oleosidade;
  • melhora do volume em pessoas com cabelos finos e ralos;
  • evitar o acúmulo de suor, sujeira e resíduos;
  • redução do mau cheiro do couro cabeludo;
  • remoção do excesso de células mortas da superfície da pele, otimizando a absorção e eficiência de medicamentos tópicos;
  • diminuição do crescimento de fungos e bactérias;
  • auxílio em casos de foliculite capilar;
  • combate à dermatite seborreica, amenizando sinais e sintomas como caspa, coceira, espinhas, dor e ardência no couro cabeludo;
  • ajuda no tratamento da queda de cabelo e calvície.

Quais situações se recomenda lavar o cabelo todo dia?

Algumas situações acabam exigindo uma rotina mais frequente de higienização. É o caso, por exemplo, de pessoas nas quais o cabelo tem aspecto muito oleoso ou com mau cheiro.

Praticantes de atividades físicas intensas também precisam lavar os cabelos com frequência maior para evitar problemas.

Isso também ocorre em pacientes com tendência à dermatite seborreica, pois não lavar implica na piora dos sintomas.

Nesses casos, um intervalo maior entre as lavagens leva ao agravamento do quadro inflamatório do couro cabeludo.

Como a seborreia também tem uma forte associação com a queda capilar, o mesmo vale para essa situação. Aliás, estudos científicos sugerem mecanismos para a queda capilar associado às condições do couro.

Portanto, é comum se recomendar lavar o cabelo todo dia para combater a queda de cabelo. 

No caso, assim como na dermatite seborreica, o objetivo é tratar o couro.

Além de deixá-lo mais saudável, a higiene frequente ajuda no tratamento capilar porque aumenta a absorção dos tônicos.

Ou seja, para quem faz tratamentos capilares geralmente é bom lavar o cabelo todo dia .

Quando lavar o cabelo todo dia faz mal?

Nem sempre lavar o cabelo muito frequentemente é bom.

Pelo contrário, em algumas situações pode ser até prejudicial.

Isso é especialmente válido para pessoas com cabelos ressecados, como, por exemplo, cabelos crespos ou com química. Nesses casos, a lavagem frequente intensifica o ressecamento e deixa os cabelos mais quebradiços.

Portanto, pessoas com fios secos e frágeis devem evitar de lavar o cabelo todo dia.

Além disso, é indispensável para essas pessoas selecionar produtos capilares que correspondam às características do fio. 

Lavar o cabelo todo dia é bom ou ruim?

Não há uma resposta exata para a questão. Tudo depende da situação.

Para pessoas com cabelos frágeis e quebradiços, é ruim lavar o cabelo todo dia. 

Já em quem apresenta queda de cabelo, foliculite ou seborreia, a higienização frequente do couro é fundamental. 

Quem faz tratamentos capilares com uso de medicamentos tópicos também precisa manter o couro cabeludo sempre bem limpo.

Portanto, para decidir se vale a pena lavar o cabelo todo dia é preciso por na balança prós e contras.

Entender as características do cabelo e até o momento pessoal de vida é essencial para definir a estratégia mais assertiva.

Se você tem dificuldade de estabelecer qual é o cronograma para o seu caso, faça-nos uma visita!

A Clínica Doppio  possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície. Além disso, contamos ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

Dr. Nilton de Ávila Reis

CRM: 115852/SP | RQE 32621


Posts Relacionados

Você sabia que minoxidil faz mal para cães e gatos
Os pets cada vez mais ganham espaço na vida das pessoas. Por isso, é comum... (Leia mais)
Eclipse capilar: o elo entre a queda e o crescimento do cabelo
O eclipse capilar pode ser a resposta de porque demora tanto para o cabelo crescer... (Leia mais)
Minoxidil oral para tratamento capilar: indicações, efeitos e resultados
A prescrição do minoxidil comprimido vem se tornando cada vez mais popular para tratar a... (Leia mais)

Deixe um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *