Massagem capilar: terapia manual de estimulação do couro cabeludo

Massagem capilar: terapia manual de estimulação do couro cabeludo

Estudos científicos têm apontado possíveis benefícios da massagem capilar para a saúde geral e desenvolvimento dos cabelos.

O que é a massagem capilar?

A massagem capilar é uma técnica padronizada que usa os dedos ou aparelhos específicos para aplicar pressão ao couro cabeludo.

Outros nomes para a técnica incluem: mecanoterapia capilar ou quiroterapia capilar.

Quais os benefícios da massagem capilar?

Além de criar uma sensação de bem estar e relaxamento, a massagem capilar parece oferecer benefícios extras à saúde.

Estresse, tensão, hormônios e pressão arterial

Pesquisadores coreanos fizeram um estudo para avaliar os efeitos da massagem capilar em aspectos da saúde associados ao estresse.

No estudo foram verificados níveis de hormônios e condições associados ao estresse como, por exemplo, pressão alta e frequência cardíaca.

O estudo foi realizado com 34 mulheres funcionárias de escritórios, divididas em 3 grupos.

Enquanto um grupo foi submetido à massagem capilar durante 15 minutos por dia, a sessão do outro durava 25 minutos.

Ambos os grupos repetiram o procedimento 2 vezes por semana por 10 semanas.

O terceiro grupo não fez massagem sendo, portanto, o grupo controle.

A avaliação e comparação dos grupos mostrou significante redução da quantidade de hormônios associados ao estresse, como por exemplo, adrenalina, noradrenalina e cortisol, no grupo submetido à massagem capilar.

Além disso, nesses grupos, houve queda da pressão arterial, provavelmente secundária à diminuição do estresse e dos hormônios associados.

Cabelos

Um outro estudo científico sobre o tema procurou avaliar os efeitos da massagem capilar para os cabelos.

O estudo, realizado no Japão, envolveu 9 voluntários entre 25 e 46 anos, sem sinais de perda de cabelos.

Os participantes da pesquisa foram submetidos à massagem do couro cabeludo 4 minutos por dia, durante 24 semanas.

A massagem era realizada com um aparelho específico em apenas um dos lados da cabeça, escolhido aleatoriamente.

O outro lado, que não recebia a massagem, foi usado como comparativo na avaliação dos resultados.

Alguns parâmetros referentes a densidade, quantidade e características dos fios de cabelo foram avaliados.

A análise dos resultados mostrou que massagem capilar não mudou a taxa de crescimento dos cabelos.

Entretanto, na área que foi feita a massagem houve aumento significativo da espessura dos fios após 24 semanas de terapia.

Um outro dado relatado foi uma redução da contagem de fios na 12ª semana, fato que foi atribuído provavelmente a um maior estímulo à substituição dos fios que estavam em fase de queda.

Como a massagem capilar agiria para os cabelos?

Algumas possíveis explicações para justificar os achados do estudo japonês foram sugeridas pelos autores do trabalho.

A primeira delas é de que a massagem capilar poderia melhorar a irrigação sanguínea do couro cabeludo e, portanto, a oferta de oxigênio e nutrientes aos fios.

Outra razão levantada pelos pesquisadores para o aumento do calibre dos fios seria a modificação dos genes do cabelo induzida pelas forças exercidas sobre as células.

Órgãos, tecidos e células são constantemente submetidos a forças e reagem a elas.

Essas forças são capazes de ir além de somente mudar o formato das células.

Elas também podem alterar a expressão de genes que determinam funções importantes para o ciclo de vida celular.

É o que acontece, por exemplo, com a remodelação óssea e a formação da cicatriz hipertrófica na pele.

Para avaliar se o mesmo poderia ocorrer com o cabelo, os pesquisadores japoneses fizeram testes com células capilares embrionárias cultivadas em laboratório.

Durante o experimento, eles observaram que ao exercer força sobre as células da papila dérmica do folículo piloso houve modificação da resposta de genes relacionados ao ciclo do cabelo.

Alopecia androgenética

Uma vez que estudo japonês avaliou somente pessoas sem calvície, um outro grupo de pesquisadores resolveu verificar se os resultados encontrados pela pesquisa japonesa poderiam também beneficiar pessoas calvas.

Os resultados dessa pesquisa, realizada na Califórnia, foram publicados em janeiro de 2019.

A pesquisa foi feita online com pacientes que se auto-declaravam portadores de alopecia androgenética em tratamento.

Ao acessarem textos sobre o potencial uso da massagem capilar para tratamento da alopecia, esses pacientes tinham acesso a um video explicativo sobre a técnica.

No vídeo, eles eram orientados a fazer uma massagem de forma padronizada no couro cabeludo por 20 minutos 2 vezes ao dia.

Após 1 ano, dos 1899 pacientes que se inscreveram na pesquisa, 327 declararam ter feito a massagem regularmente.

Entre esses pacientes, 68,9% relataram estabilização ou melhora da rarefação capilar no período.

A melhora foi proporcional ao tempo e frequência com que a massagem capilar foi realizada. Em média, a melhora ocorreu a partir de 36,3 horas de terapia.

Parâmetros como idade, gênero, grau de calvície ou outros tratamentos capilares não interferiram nos resultados da pesquisa.

Como fazer a massagem capilar?

Comece pelas bordas e vá fazendo movimentos circulares com as pontas dos dedos em direção ao topo da cabeça.

Evite usar as unhas para não machucar o couro cabeludo.

Os movimentos devem ser firmes e lentos, cobrindo toda a área do couro cabeludo.

Repita os movimentos de forma contínua por pelo menos 3 a 5 minutos.

Loções, cremes e óleos de massagem podem ser usados, mas deve-se ter cautela, uma vez que eles podem predispor a dermatites.

Qual o melhor horário para se fazer massagem capilar?

Não há um horário fixo para massagear o couro cabeludo. Isso depende inteiramente da rotina e conveniência de cada um.

A massagem pode ser feita enquanto se lava os cabelos durante o banho ou ao arrumar o cabelo pela manhã.

A massagem também pode ser feita à noite antes de se deitar, como rotina de relaxamento ou em qualquer período de folga.

Massagem capilar funciona como tratamento capilar?

Seja pela idade, condições de saúde ou mesmo filosofia de vida, parte dos pacientes preferem evitar medicamentos e procedimentos invasivos no tratamento capilar.

Além disso, ainda existem aqueles que não consideram a perda capilar grave o suficiente para necessitar de tais recursos.

Nesse sentido, a massagem capilar poderia ser um boa alternativa aos tratamentos tradicionais.

A massagem capilar é uma técnica que usa os dedos ou aparelhos para aplicar pressão ao couro cabeludo estimulando terminações nervosas e a circulação sanguínea.

A técnica já é utilizada na medicina holística como terapia complementar de dores e outros sintomas relacionados ao estresse.

De acordo com os achados das pesquisas recentes, ela também poderia ser útil para estimular o desenvolvimento dos fios de cabelo.

Apesar dos dados positivos publicados nas pesquisas, no entanto, é preciso ter cautela na avaliação de seus resultados.

O estudo japonês, por exemplo, contou apenas com 9 participantes, o que é considerado pouco do ponto de vista científico para se chegar a uma conclusão.

Por sua vez, a avaliação dos resultados do estudo americano foram feitas pelos próprios pacientes por telefone, o que também diminui sua importância do ponto de vista científico.

Dessa forma, mais estudos são necessários antes de que se possa ter conclusões consistentes sobre benefícios da técnica.

Para saber mais sobre essa e outras alternativas terapêuticas associadas a problemas capilares, faça-nos uma visita.

A Clínica Doppio, além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *