Minoxidil tópico para tratamento capilar

O minoxidil começou a ser comercializado entre as décadas de 60 e 70 na forma de comprimidos para o tratamento oral da hipertensão arterial. Ao perceberem que os pacientes que iniciavam a medicação observavam crescimento anormal de pelos no corpo, foi desenvolvida uma solução de minoxidil tópico para o tratamento da queda de cabelos e calvície.

O minoxidil foi aprovado em 1988 pelo FDA (Food and Drug Administration) para o tratamento da alopecia androgenética em homens e em 1991 para mulheres.

Primeiramente disponível na versão a 2% para homens em 1988, passou também a contar com a versão 5% solução a partir de 1997 nos EUA.

Apresentação

O minoxidil tópico está disponível em solução ou espuma, em concentrações de 2% e 5%.

Inicialmente, versão a 5% era a recomendada somente para homens, sendo a de 2% reservada para uso feminino. Em 2014, no entanto, o FDA liberou o uso do minoxidil 5% foam para mulheres.

No Brasil, os produtos comerciais disponíveis são o Pant e o Aloxidil, ambos contendo minoxidil 5%.

Nos EUA, as marcas mais vendidas são:

  • Rogaine: solução capilar 2% e 5%, foam 5% (espuma);
  • Kirkland: solução capilar 2% e 5%, foam 5% (espuma).

Em outras partes do mundo, pode-se encontrar o mesmo produto com o nome de Regaine ou de outras marcas locais.

Também é possível adquirir o minoxidil manipulado em diferentes combinações, de acordo com a prescrição médica.

Minoxidil tópico: como usar

  • A quantidade a ser aplicada depende do tamanho da área de rarefação e da forma de apresentação do produto (solução ou espuma). Além do couro cabeludo, o minoxidil tópico também pode ser usado na barba ou na sobrancelha, conforme orientação médica;
  • De uma forma geral, deve-se aplicar o suficiente para umedecer o couro cabeludo da área afetada, sem deixar o produto escorrer. No caso da apresentação em espuma, não há necessidade de se deixar a espuma evidente sobre o couro. É suficiente que se aplique o necessário para sentir o couro umedecido;
  • É recomendado aplicar no couro cabeludo seco. Quando for usado à noite, aplicar pelo menos 1 hora antes de se deitar;
  • Aplicar o produto diretamente no couro. Quando a área a ser tratada é extensa, divida os cabelos com o pente para ajudar a expor o couro;
  • Massageie levemente o local para espalhar melhor o produto;
  • Evitar pentear os cabelos após a aplicação até que o couro cabeludo esteja seco novamente;
  • O minoxidil pode ser aplicado até 2 vezes ao dia, não tendo benefício em se usar mais vezes;
  • Nunca aplique o produto se houver machucados ou cortes no local;
  • Se o produto escorrer para a pele fora do couro cabeludo, seja no pescoço ou testa, lave imediatamente a área. Uma dica para diminuir esse risco é aplicar com a cabeça levemente inclinada para trás;
  • Lave as mãos imediatamente após o uso.

Efeitos colaterais do minoxidil tópico

Assim como qualquer outra medicação, o minoxidil também pode provocar efeitos adversos, mesmo que infrequentes. Quando presentes, geralmente são leves.

Alguns possíveis efeitos indesejáveis do seu uso são:

  • Crescimento anormal de pelos na face, sobrancelhas, barba e mãos;
  • Dor de cabeça, enxaqueca;
  • Erupções cutâneas;
  • Aumento da oleosidade ou ressecamento dos cabelos;
  • Alterações inflamatórias do couro cabeludo levando a coceira, sensibilidade, ardor e caspa;
  • Palpitações.

O minoxidil tópico pode levar a um aumento da queda de cabelos, conhecida como shedding, por induzir a passagem dos fios da fase telógena para a anágena. Isso pode ocorrer entre 2 a 8 semanas após inicio do tratamento, sendo geralmente um quadro temporário.

Dermatite de contato alérgica também pode ocorrer pelo próprio minoxidil ou mais frequentemente pelo propilenoglicol presente na formulação da loção. Uma versão sem propilenoglicol já está disponível no mercado americano, no Rogaine foam 5%.

Os efeitos colaterais tendem a diminuir em um período curto mesmo mantendo seu uso, com melhora ainda mais rápida quando se suspende a medicação.

Entretanto, a medicação deve ser suspensa e um médico deve ser procurado em casos de:

  • Dor no peito;
  • Pressão baixa;
  • Tontura;
  • Inchaço nas mãos, pés ou rosto;
  • Ganho rápido e inexplicável de peso;
  • Erupções cutâneas persistentes;
  • Falta de ar;
  • Dor no estômago;
  • Palpitação;
  • Dores pelo corpo.

Mulheres grávidas não devem usar minoxidil tópico.

O uso de minoxidil tópico não causa impotência.

Segurança

Segundo a bula da medicação, aproximadamente 1 a 2% do minoxidil aplicado no couro cabeludo é absorvido pela pele, sendo 60% metabolizado pelo fígado.

Tanto o minoxidil que foi absorvido mas não foi processado quanto seus metabólitos são eliminados pela urina, com mínima excreção pelas fezes.

Após interromper o uso da medicação, cerca 95% do minoxidil tópico é eliminado dentro de 4 dias.

Minoxidil tratamento capilar: devo usar?

Apesar de ser uma medicação aprovada pela ANVISA e pelo FDA para tratamento de calvície em homens e mulheres, nem sempre o minoxidil tópico é eficaz.

O seu uso indiscriminado pode, inclusive, levar ao aumento da queda de cabelos. A indicação e uso corretos são fundamentais para que ele funcione adequadamente.

Para saber mais a respeito dessa medicação e de outras opções de tratamento capilar, agende uma consulta.

A Clínica Doppio além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

blank

Dr. Nilton de Ávila Reis

CRM: 115852/SP | RQE 32621


Posts Relacionados

Lúpus e cabelo: qual a relação?
A queda de cabelo por lúpus é uma queixa frequente dos portadores da doença. Ao... (Leia mais)
Miniaturização do cabelo: entendendo a calvície
Muitas pessoas ficam confusas ao perceber seus cabelos diminuindo. O que boa parte delas não... (Leia mais)
O que fazer para manter o cabelo da gravidez?
Existem muitas dúvidas sobre o comportamento do cabelo após gravidez. A mais frequente delas é... (Leia mais)

16 Responses

  1. Olá, boa noite!!
    Eu estou utilizando o Pant Minoxidil 50mg – 5%. Como passo sempre antes de dormir, se eu acabar saindo a noite e esquecer de aplicar o produto 1 dia somente na semana, tem algum problema?
    Muito obrigado!!

  2. Bom dia!
    Estou utilizando pant Minixidil e gostaria de saber se apois a aplicação pela manhã posso sair normalmente ou preciso proteger do sol?

  3. esse medicamento faz mesmo crescer cabelo onde ja esta bem ralo???? não quero gastar dinheiro atoa e ficar careca de todo jeito rsrs

    1. Olá, Thiago

      A eficiência do minoxidil depende de vários fatores, dentre eles algumas características do fio de cabelo e do couro cabeludo.
      O uso de minoxidil sem um exame tricológico completo prévio (https://clinicadoppio.com.br/diagnostico-e-exames-para-queda-de-cabelo/) e uma indicação médica precisa pode não somente não atingir o efeito desejado, como agravar dermatites do couro cabeludo e piorar a queda de cabelo.
      Assim, sugiro que passe em uma avaliação médica especializada antes de iniciar esses ou quaisquer outros tratamentos capilares.
      Caso queira mais informações, entre em contato conosco pelo número (11) 38539175.
      Estamos à disposição para ajudá-lo.

    1. Olá, Filipe

      A princípio, o uso tópico de minoxidil não causa dor de estômago.
      Mas você pode fazer um teste suspendendo o uso da medicação. Caso a dor persista, procure um médico gastroenterologista.

  4. Olá, pensei em passar o minoxidil as 11 horas da manhã no trabalho e depois as 15 horas no trabalho para quando eu chegar em casa as 19 poder lavar o cabelo. Eu posso passar assim, um atras do outros, sem lavar o cabelo nesse intervalo de 4 horas? Não quero dormir com o cabelo com o produto pq eu não posso tomar banho antes de ir trabalhar (pra não ficar doente, não tomo banho quente antes de sair de casa) . O que voce acha dessa estrategia? grata. Mariana

    1. Olá, Mariana

      A indicação de medicamentos e outras formas de tratamento dependem de uma prévia avaliação médica completa (https://clinicadoppio.com.br/diagnostico-e-exames-para-queda-de-cabelo/), com análise do fio de cabelo, couro cabeludo e exames de sangue.
      Portanto, sugiro que agende uma consulta para que possamos discutir possibilidades terapêuticas.
      Caso queira mais informações, entre em contato conosco pelo número (11) 38539175.
      Estamos à disposição para ajudá-la.

  5. Olá. Sou hipertenso, No terceiro dia de uso após a aplicacao na barba antes de dormir acordei com falta de ar palpitações e nariz entupido, devo parar o tratamento?

    1. Olá, Jadson

      Sim, você deve parar o uso de minoxidil e procurar um médico cardiologista para esclarecer seu quadro.

  6. BOA TARDE! COMO QUALQUER MULHER DE REPENTE MEU CABELO COMEÇOU A CAIR BASTANTE, SEM SE SABER QUE O MOTIVO VEM DA ARTRITE REUMATOIDE QUE TENHO, STRESS, PROBLEMAS HORMONAIS, MEDICAMENTOS FORTES, E A QUEDA A CADA DIA MAIS E MAIS ONDE FOI UMA FARMACÊUTICA,INDICOU GARANTINDO A MELHORA, NÃO TEM PARTES LISAS NA CABEÇAS COMO CHAMAS BURACOS NÃO TEM NOVOS CABELOS CRESCENDO O USO SERIA PRA EVITAR A QUEDA E O CRESCIMENTO DOS FIOS QUE JÁ ESTÃO CRESCENDO ACELERAR O CRESCIMENTO!

    JA COMECEI A PASSAR E NÃO SENTO NADA DE A NORMAL REÇÕES! PRECISO SER ORIENTADA!

    CYNTHIA MESSIAS

    1. Olá, Cynthia

      Tanto a artrite reumatóide quanto o estresse, medicamentos e problemas hormonais podem contribuir para a queda de cabelo.
      Além dessa, existem outras causas que precisam ser investigadas.
      Entretanto, fica difícil te sugerir um tratamento sem uma avaliação presencial e exames de sangue.
      Para saber mais sobre o uso do minoxidil, sugiro o artigo: https://clinicadoppio.com.br/como-usar-minoxidil-topico/
      Caso queira mais informações, entre em contato conosco pelo número (11) 38539175.
      Estamos à disposição para ajudá-la.

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *