O que é ter cabelos saudáveis?

O que é ter cabelos saudáveis?

Cabelos com brilho, sedosos, fortes e encorpados geralmente representam o conceito de cabelos saudáveis. Mas o que mais define a saúde dos cabelos?

Cabelos: identidade pessoal e cultural

O cabelo é um importante componente da imagem pessoal.

Além disso, os cabelos são uma das poucas características físicas que podemos mudar rapidamente.

Há diversos tipos, cores e estilos de cabelos.

O cabelo pode ser naturalmente liso, ondulado, enrolado, encaracolado, moreno, loiro, castanho, preto, grisalho, branco, dentre outros.

Essas variações são importantes para definir a identidade das pessoas.

Características dos cabelos saudáveis

O fio de cabelo é constituído por camadas de células que se sobrepõem.

A cutícula, camada mais superficial, é responsável pela reflexão da luz e portanto, pelo brilho dos cabelos saudáveis.

Além disso, por estar na superfície do fio, ela também está diretamente relacionada a sua textura.

Cabelos saudáveis têm uma cutícula lisa e regular e portanto, uma textura sedosa. Por sua vez, danos à cutícula tornam os fios ásperos, opacos, ressecados e quebradiços.

Abaixo da cutícula vem o córtex, camada mais espessa do fio.

O córtex é responsável por diversas propriedades do fio como, por exemplo, formato, força e resistência.

Danos à cutícula expõem o córtex, o que, por sua vez, aumenta a fragilidade fio.

Propriedades dos cabelos saudáveis

Cabelos saudáveis costumam crescer em média 1 centímetro por mês, ou seja, 12 centímetros por ano.

Dessa forma, um fio de 24 centímetros de comprimento que não foi cortado deve ter em média 2 anos de idade.

Além do crescimento, a hidratação do fio também altera seu tamanho.

Cabelos saudáveis são porosos e portanto, absorvem água e se incham quando molhados.

Segundo dados da literatura médica, cabelos saudáveis molhados podem ser esticados até ficarem 30% mais longos, sem que haja prejuízo à estrutura dos fios.

Entretanto, danos irreversíveis ocorrem quando eles são esticados entre 30 a 70% a mais do que o seu tamanho original.

Quando se força o fio para que ele se alongue 80% ou mais, o fio se quebra.

Além do comprimento e elasticidade, outras propriedades dos fios são alteradas quando eles estão molhados.

O acúmulo de água nos fios pode fazer com que o peso dos cabelos aumente de 12 a 18%.

Se molhados, os fios criam maior atrito, ou seja, fricção ao serem penteados.

Em cabelos saudáveis isso não causa grandes problemas, mas em cabelos danificados o atrito pode levar à quebra dos fios.

Os fios de cabelo secos possuem carga elétrica. Essas cargas podem fazer com que os fios sejam repelidos, deixando os cabelos armados ou alvoroçados.

Além disso, a força eletrostática dos fios também é responsável, em partes, pelo frizz.

Cremes, óleos, máscaras e condicionadores, dentre outros, “encapam” o fio, reduzindo a força eletrostática e o volume do cabelo.

Além disso, esses produtos permitem manusear e moldar os fios para dar mais forma aos cabelos.

O formato do córtex da haste capilar em cabelos saudáveis determina se os fios serão lisos, ondulados ou enrolados.

Além disso, essa característica determina a retenção da oleosidade, reflexão da luz e facilidade de trato com os cabelos.

Variações raciais e individuais

Mesmo tendo a mesma composição e sendo todos cabelos saudáveis, os fios de diferentes raças têm características distintas.

Boa parte dessas diferenças vem do formato do fio.

Cabelos orientais são mais lisos e escuros. Quando suas hastes são seccionadas, os fios apresentam formato circular.

cabelos afro possuem fios escuros e achatados. Por conta do seu formato, eles tendem a ser enrolados, com menos brilho e com menor força tênsil.

Cabelos de europeus têm formato intermediário entre oriental e afro quando seccionados, com graus variados angulação. Com isso, os fios podem variar desde lisos, ondulados a enrolados.

As possibilidades de cor e a tonalidade dos cabelos também são bem amplas, com variações de loiro, castanho, ruivo ou preto.

Por que tem se tornado difícil ter cabelos saudáveis?

Diversos fatores contribuem para que os cabelos percam sua vitalidade.

Apesar de alguns desses fatores serem inevitáveis, como por exemplo, o envelhecimento, outros podem ser amenizados com a adoção de cuidados e medidas preventivas.

Fatores ambientais

A ação do clima e de outros fatores ambientais pode alterar a estrutura dos cabelos saudáveis.

Como se tratam de danos acumulativos, é esperado que cabelos longos apresentem mais sinais de desgaste e necessitem de mais cuidados.

Por outro lado, a adoção de medidas preventivas e uso correto de produtos para proteger os fios podem minimizar os efeitos desses agentes.

É o caso, por exemplo, do uso de chapéus, bonés e produtos capilares com filtro solar ou com poder hidratante, como óleos ou cremes.

Dano térmico, apliques, química e outros procedimentos capilares

A manipulação da estrutura normal da haste capilar é epidêmica e ditada pela cultura, moda e tendências.

Apesar da maior parte dos procedimentos capilares serem seguros para a saúde, eles podem prejudicar os fios.

Cabelos sem brilho, com frizz e pontas duplas são frequentemente encontrados em pessoas que modificam constantemente seus cabelos ou que possuem fios fracos.

Fios frágeis podem ser uma característica pessoal, variação da raça ou alguma anormalidade estrutural da fibra capilar, congênita ou adquirida.

Uma das causas mais comuns de enfraquecimento do fios tanto em homens quanto em mulheres é a alopecia androgenética.

Nessa condição, os fios vão se tornando cada vez mais finos e curtos até desaparecerem.

Como ter cabelos saudáveis?

A vitalidade dos cabelos depende não somente dos cuidados adotados com os fios, mas também com a saúde em geral.

Assim, para ter cabelos saudáveis é preciso que se tenha controle de uma ampla quantidade de fatores.

Se você acredita que seus fios não são fortes, viçosos, sedosos e saudáveis como antes, é recomendável que você procure um médico especialista.

A Clínica Doppio, além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema. Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *