Por que usar o minoxidil coça?
É muito comum ouvir pessoas reclamando que o minoxidil coça.
Mesmo sendo efetivo no tratamento da calvície masculina e feminina, boa parte dos usuários interrompe seu uso justamente pela coceira.
Se você é um deles e quer saber porque o minoxidil coça o couro, então, continue lendo esse artigo.

O que pode estar acontecendo quando o minoxidil coça?

Em geral, o minoxidil coça quando gera inflamação na pele.
A resposta inflamatória atrai para o local células de defesa, como os leucócitos, eosinófilos e mastócitos.
Além disso, como parte da reação inflamatória, há liberação de substâncias como a bradicinina e a histamina, produzida pelo mastócito.
Essas moléculas são capazes de estimular terminações nervosas livres responsáveis pela sensação de coceira na pele.
Portanto, o minoxidil coça por ativar receptores nervosos da pele através da inflamação.
Mas o que provoca essa inflamação cutânea pelo minoxidil tópico?
Há algumas possibilidades quando o minoxidil coça a cabeça.
Os principais motivos serão descritos a seguir.

Composição

O primeiro motivo pelo qual o minoxidil coça é a sua composição.
A maior parte dos produtos tópicos industrializados e mesmo manipulados contendo minoxidil incluem em sua formulação o propilenoglicol.
O propilenoglicol é um álcool usado na versão líquida do minoxidil para aumentar a sua absorção.
Por ser queratolítico, ou seja, amolecer a queratina, o propilenoglicol facilita a entrada do minoxidil no couro.
O problema é que essa substância também é irritante para a pele.
A irritação gera inflamação e, por conta disso, coceira.
Assim, uma das razões pelas quais o minoxidil coça é a presença de propilenoglicol em sua composição.
Produtos contendo minoxidil em espuma como o Rogaine foam não possuem propilenoglicol em sua fórmula. Por isso, eles são bem mais aceitos do que a versão em tônico ou solução líquida.

Seborreia

Outra causa bem frequente para explicar porque o minoxidil coça é a dermatite seborreica.
A seborreia é uma condição extremamente comum na população.
Seus principais sinais e sintomas incluem caspa, vermelhidão, sensibilidade, ardência, dor e, claro, coceira no couro cabeludo.
O processo inflamatório da dermatite seborreica por si só já causa prurido em muitos casos.
Ao pingar tópicos na pele inflamada, a tendência é piorar ainda mais a situação.
Além da irritação provocada pela química do produto, a própria umidade secundária ao uso do minoxidil colaboram para a coceira.
Isso porque um dos fatores agravantes da dermatite seborreica é a presença de fungos.
Fungos gostam de ambientes quentes e úmidos.
Ao ficar com o couro úmido pela aplicação do minoxidil, a tendência é aumentar a proliferação de fungos no local.
Mais fungo, mais dermatite e coceira.
Portanto, o minoxidil coça a cabeça por aumentar os fungos e agravar a inflamação do couro.

Alergia – dermatite de contato

Uma outra possível causa para justificar porque o minoxidil coça a cabeça é a dermatite de contato.
Popularmente chamada de alergia, a dermatite de contato por sensibilização ao minoxidil não é comum.
Não existem números exatos sobre essa ocorrência, mas os estudos científicos tratam o assunto como algo infrequente. Ou seja, é bem improvável ter alergia ao minoxidil.
Para se caracterizar um quadro de alergia é preciso primeiro já ter usado o produto por um tempo.
Isso porque o corpo precisa ser sensibilizado antes de gerar inflamação.
O mecanismo é mais ou menos semelhante ao de uma vacina.
Nos dois casos, o organismo precisa da exposição prévia ao antígeno, além de um tempo para organizar a resposta imune, seja ela de defesa ou alérgica.
Dessa forma, não faz sentido ter alergia ao minoxidil nos primeiros dias de uso do produto.
Para se comprovar que o minoxidil coça por alergia é preciso se fazer um teste de contato.
O patch test é um exame aplicado na pele com o intuito de reconhecer todas as substâncias às quais a pessoa tem alergias cutâneas.
Uma vez tendo o teste positivo para o minoxidil, a alergia pode então ser confirmada.

O que fazer quando o minoxidil coça a cabeça?

Na tentativa de economizar tempo e dinheiro, algumas pessoas criam o hábito de se automedicar.
Receitas caseiras, fitoterápicos e medicamentos tópicos são usados com esse propósito.
O pensamento é de que mal eles não causam e se não der certo, aí sim vale a pena buscar um auxílio médico.
Se tratando de medicamentos, no entanto, não é interessante seguir esse raciocínio.
Além de retardar o diagnóstico e tratamento corretos da condição, o uso por conta própria de remédios, sejam eles tópicos ou orais, podem acarretar consequências.
O minoxidil, por exemplo, pode agravar quadros de dermatite e queda de cabelo se não usado corretamente.
Então, não faça testes e espere ver se o minoxidil coça antes de procurar um médico especialista.
A Clínica Doppio além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.
Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.
blank

Dr. Nilton de Ávila Reis

CRM: 115852/SP | RQE 32621


Posts Relacionados

Esfoliação do couro cabeludo: indicações, benefícios e riscos
A esfoliação do couro cabeludo pode ser necessário para deixá-lo mais saudável. Mas por que... (Leia mais)
Desintoxicação capilar: cuidados com o cabelo e couro cabeludo
A desintoxicação capilar é um importante passo para a manutenção da saúde dos cabelos. Por... (Leia mais)
Água oxigenada: usos, riscos e efeitos para o cabelo
Muitos usuários de tinturas capilares têm dúvida sobre se usar água oxigenada no cabelo faz... (Leia mais)

11 Responses

  1. Estou usando minoxidil solução capilar há mais ou menos 45 dias. Antes usava pilexil 5 anos(fui diagnosticada com eflúvio telogeno): sou portadora de herpes recidovante no quadro desde 1978 e já tenho neuropatia. Tomo pregabalina 300mg. Fui pra minha nova dermato e ela passou aciclovir de 400 por 6 meses 1 por dia, L Lisina de 250 * ao dia e clobetasol na minha amiloidose macular nas costas TB em crise por seis meses. Bom quarta feira a noite comecei com uma urticária intensa sem roupa besuntada de lipokar AP.+ Baumer e até hoje não consigo me levantar. Da mais punição
    Só consegui consulta para 1 de outubro.npor minha conta já comecei predisin e loratadina. Se puder me ajude. Obrigada antecipadamente.

    1. Olá, Suzana

      A indicação de medicamentos e outras formas de tratamento dependem de uma prévia avaliação médica completa (https://clinicadoppio.com.br/diagnostico-e-exames-para-queda-de-cabelo/), com análise do fio de cabelo, couro cabeludo e exames de sangue.
      Isso é importante para sua segurança.
      Portanto, sugiro que agende uma consulta para que possamos discutir possibilidades terapêuticas.
      Caso queira mais informações, entre em contato conosco pelo número (11) 38539175.
      Estamos à disposição para ajudá-la.

  2. Estou usando minoxidil tenho dermatite seborreica e meu cabelo caiu muito estou cheia de falhas mais acho que ela ajuda a aumentar minhas caspas isso pode aconteder

  3. Faço uso do minoxidil e venho reparando umas caspas que antes não tinha e aumento na queda de cabelo entre mês passado e esse mês. Não posso parar de usar pois já tenho falhas no cabelo e tenho medo de piorar. Teria alguma outra alternativa para as caspas?

    1. Olá, Bruna

      É importante ter acompanhamento médico para fazer uso de medicamentos, mesmo tópicos.
      No caso do minoxidil, ele pode agravar quadros de dermatite do couro cabeludo e provocar queda de cabelo, se não for bem indicado.
      Portanto, sugiro que agende uma consulta com um médico especialista.
      Caso queira mais informações, entre em contato conosco pelo número (11) 38539175.
      Estamos à disposição para ajudá-la.

  4. Eu comecei a usar faz mais ou menos uma semana e sofro com acne, mas após esta semana surgiram espinhas na minha cabeça, justamente onde aplico o produto. Nesses mesmos lugares também estou sofrendo com queda severa de cabelos, o motivo por ter começado a usar. O que estaria causando estas espinhas?!

    1. Olá, Jadson

      Existem algumas possibilidades para o quadro descrito por você (https://clinicadoppio.com.br/espinhas-no-couro-cabeludo-o-que-pode-ser/).
      Para saber exatamente o que está acontecendo é preciso passar por uma avaliação médica.
      Somente após avaliação completa (https://clinicadoppio.com.br/diagnostico-e-exames-para-queda-de-cabelo/), com análise do fio de cabelo, couro cabeludo e exames de sangue, é que se pode esclarecer o que está ocasionando a queda e as espinhas.
      Caso queira mais informações, entre em contato conosco pelo número (11) 38539175.
      Estamos à disposição para ajudá-lo.

  5. Eu estou usando minoxidil na cabeça 2meses porem está nascendo cabelo até onde não devia barba bigode agora não sei o que fazer eu só queria que nascesse na cbç (esposo bravo)

    1. Olá, Eva

      Sugiro você tomar cuidado ao aplicar o produto para que ele escorra e nem molhe os fios.
      Além disso, você deve deixar o produto secar antes de se deitar, caso o produto esteja sendo aplicado à noite.
      É importante também lavar as mãos após aplicação.
      Outras dicas nesse artigo: https://clinicadoppio.com.br/como-usar-minoxidil-topico/
      Se mesmo depois de tomar todos os cuidados ainda estiver nascendo pelos indesejados, sugiro que suspenda o uso da medicação.

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *