Qual o melhor xampu anticaspa?

Qual o melhor xampu anticaspa?

Além de contribuir para o aspecto e higiene do cabelo, o xampu anticaspa também ajuda a controlar a dermatite seborréica.

Mas diante de tantas opções disponíveis, qual seria o melhor xampu anticaspa?

Caspa

A caspa é uma condição caracterizada pela descamação do couro cabeludo, acompanhada ou não de coceira.

O aparecimento da caspa geralmente está associado a quadros inflamatórios da pele, as chamadas dermatites.

A mais comum das dermatites do couro cabeludo é a dermatite seborréica, que afeta entre 50 a 70% da população.

Apesar de ser uma inflamação de causa desconhecida, diversos agentes parecem estar associados. Esses incluem fatores nutricionais, ambientais, imunológicos e fungos como a Malassezia.

Tratamento da caspa

Há vários tratamentos disponíveis para a caspa provocada pela dermatite seborréica, porém não há cura.

Por se tratar de uma condição crônica e recidivante, os tratamentos visam apenas controlar a inflamação e seus agentes desencadeantes.

Além do tratamento medicamentoso, fatores agravantes também devem ser evitados.

Assim, tinturas, soluções alcoólicas, tônicos capilares e produtos similares que também costumam piorar o quadro devem ser evitados.

Existem 2 classes principais de tratamento da dermatite seborréica: corticóides tópicos e agentes antifúngicos.

Ambos estão disponíveis na forma de xampu.

Portanto, o xampu anticaspa pode conter tanto compostos para combater fungos quanto agentes anti-inflamatórios.

Xampu anticaspa com corticóide: Clob X

Os corticóides tópicos, sejam em loção capilar ou xampu, melhoram a dermatite por reduzirem a inflamação.

Entretanto, tratamentos prolongados com corticóides tópicos podem causar efeitos colaterais como atrofia, vasinhos, espinhas na pele e disfunções hormonais.

Esses efeitos são menos observados com o xampu anticaspa por conta do enxague e do pouco tempo de contato com a pele.

Mesmo assim, por conta desses efeitos, há uma preferência pelo uso de agentes antifúngicos para controle da caspa.

Xampu anticaspa com agentes antifúngicos

Existem diversos princípios ativos com ação antifúngica.

Apesar de atuarem de formas distintas, os diferentes xampus parecem ser eficientes para tratamento da caspa.

Os principais antifúngicos dos xampus anticaspa serão descritos a seguir.

Xampu anticaspa com cetoconazol: Arcolan, Capel, Amplexe, Nizoral

Em estudos, o xampu de cetoconazol mostrou-se capaz de controlar a caspa, vermelhidão e coceira do couro cabeludo em até 4 semanas.

Ele também foi eficaz para evitar recorrências durante o tratamento de manutenção da dermatite seborréica.

Na dose indicada, o cetoconazol 2% parece ter poucos efeitos colaterais, apenas com casos esporádicos de irritação do couro cabeludo.

Uma das maiores vantagens do xampu com cetoconazol é que ele costuma ter um preço mais acessível.

Xampu anticaspa com ciclopirox olamina: Stiprox, Stiproxal, Celamina Ultra, kelual DS

O xampu anticaspa contendo ciclopirox é uma solução translúcida, com efeitos antifúngico e anti-inflamatório.

Assim como o xampu de cetoconazol, ele também se mostrou eficaz para controlar a caspa, vermelhidão e coceira do couro cabeludo em até 4 semanas.

Quando usado regularmente, o xampu contendo ciclopirox parece evitar recorrências por até 12 semanas após tratamento inicial.

Os efeitos colaterais são leves, como uma eventual irritação do couro.

Xampu anticaspa com piroctolamina ou octopirox: Pielus, klinse, kerium DS, Doctar, Dercos Couro cabeludo sensível, Ortosol plus

A maioria dos estudos envolvendo xampus com piroctolamina são comparativos.

Um estudo de 2000 comparou um xampu contendo piroctolamina e ácido salicílico com outro contendo piritionato de zinco.

Apesar de ambos terem sido eficientes, o xampu de piroctolamine mostrou-se levemente superior em reduzir a área e a severidade da descamação.

Outro estudo, dessa vez de 2011, comparou um xampu contendo piroctolamina e climbazol com outro contendo piritionato de zinco.

Nesse estudo, os dois xampus se mostraram igualmente eficazes para tratamento da caspa.

Xampu anticaspa com piritionato de zinco:  Head & Shoulders, Clear, kelual DS, Revitrat Zn

Um estudo de 2018 com 49 voluntários mostrou melhora mais significativa dos sintomas da dermatite nas 2 primeiras semanas de uso de um xampu anticaspa contendo piritionato de zinco, sugerindo um rápido início de ação.

A resposta ao tratamento foi mantida durante as 6 semanas do estudo.

Xampu anticaspa com climbazol: Clear Men, Folcare DS

Apesar de fazer parte de alguns xampus anticaspa, há poucos estudos sobre o efeito do climbazol isolado no controle da dermatite.

Um desses estudos foi realizado em 1994 e contou com 30 voluntários.

Após 4 semanas de tratamento, houve melhora significativa dos sintomas da dermatite em 24 participantes, sendo observada resposta leve em 6.

Xampu anticaspa com sulfeto de selênio: Dercos Intensivo

Há pouca informação científica sobre os efeitos do xampu de sulfeto de selênio para controle da caspa.

Sugere-se que ele possa melhorar a caspa em 29 dias, tendo como efeitos colaterais queimação e coceira.

Nenhum efeito colateral foi relatado.

Xampu anticaspa com alcatrão, enxofre ou derivados: Doctar, Tarflex

Xampus contendo enxofre eram muito utilizados no passado para tratamento de dermatites do couro cabeludo, principalmente a psoríase.

Entretanto, há poucos estudos sobre seu uso como xampu anticaspa.

Um desses estudos, realizado em 1987, mostrou melhora da descamação após 35 dias de uso de xampu contendo enxofre e ácido salicílico.

Além da irritação do couro cabeludo e possível potencial carcinogênico, outro fator que contribuiu para a menor aceitação do xampu com enxofre é seu cheiro forte e característico.

Qual o melhor xampu anticaspa?

Existem alguns estudos científicos comparando os diferentes princípios ativos de combate à caspa.

Um desses estudos comparou o xampu de cetoconazol com o de piritionato de zinco em 331 voluntários.

Nesse estudo, o xampu de cetoconazol se mostrou superior ao de piritionato de zinco para controle da dermatite seborréica severa.

Outro estudo comparou o xampu de cetoconazol com o de ciclopirox olamina.

Um total de 350 pessoas participaram dessa pesquisa.

A análise do estudo mostrou resultados semelhantes entre os 2 xampus, apesar dos participantes acharem o xampu de ciclopirox superior.

Mais um estudo comparativo, dessa vez envolvendo os xampus com piritionato de zinco, cetoconazol e piroctolamina mostrou resultados semelhantes entre eles.

Segundo o estudo, todos foram eficientes para controle dos sintomas da dermatite seborréica e queda de cabelos associada.

Com base na avaliação dos estudos comparativos, não parece haver superioridade significativa de nenhum deles para o tratamento da caspa.

Assim, a indicação do melhor esquema terapêutico pode variar dependendo da experiência clínica de cada médico especialista.

Xampu anticaspa: quando usar?

A seborréia pode causar incômodo devido à coceira e ainda algum constrangimento quando a descamação é aparente.

Dentre as opções para o tratamento da dermatite, o xampu anticaspa é fundamental para controle dos sintomas e recidivas.

O uso incorreto do xampu, no entanto, pode piorar de irritação e até agravar quadros de queda de cabelo associados.

Assim, antes de comprar um xampu anticaspa, procure uma orientação de um médico especialista.

A Clínica Doppio além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *