Por que o cabelo cai com minoxidil?

A queda de cabelo com minoxidil preocupa e desestimula muitos pacientes a usar o medicamento.

Mas o fato do cabelo cair com o minoxidil pode tanto indicar um problema como ser normal.
Para saber qual das duas situações está ocorrendo, é preciso antes entender mais sobre essa substância.

O que é minoxidil? 

O minoxidil é um remédio desenvolvido na década de 1970.
Trata-se de um composto vasodilatador, ou seja, capaz de abrir os vasos sanguíneos.
Essa capacidade de alargar os vasos fez da medicação uma opção para tratar a hipertensão arterial. 
Posteriormente, observou-se que a versão tópica do minoxidil também tinha ação capilar.
Assim, ele passou a ser fazer parte do tratamento da calvície e queda de cabelo em homens e mulheres. 

Para que serve o minoxidil? 

O minoxidil promove o crescimento dos fios e a interrupção da queda de cabelo.
Existem muitos estudos científicos comprovando sua eficiência.
Por isso, o minoxidil loção e espuma receberam o aval do FDA e ANVISA para tratamento da alopecia androgenética.
Aliás, essa é a única condição capilar presente como indicação na bula do medicamento.
Entretanto, ao perceber que o minoxidil faz crescer cabelo e pelos corporais, outras situações também passaram a ser testadas.
Essas indicações, chamadas off label, são aquelas em que o produto é usado, mas sem regulamentação e aprovação dos órgãos de saúde.
Dessa forma, elas não constam em bula.
Esse é o caso, por exemplo: 
  • alopecia areata, especialmente com uso combinado de outras terapias; 
  • alopecia induzida por quimioterapia; 
  • transplante de cabelo: para reduzir os casos de eflúvio telógeno após o tratamento cirúrgico, mas podendo iniciar antes do procedimento; 
  • alopecia cicatricial; 
  • moniletrix: pode causar alopecia parcial devido variações na espessura da haste; 
  • alopecia ou hipotricose hereditária, pois contribui no aumento da espessura do fio;
  • crescimento e preenchimento de falhas na barba ou sobrancelhas. 

Como o minoxidil funciona?

Para se tornar ativo, o minoxidil aplicado no couro cabeludo precisa antes ser convertido em sulfato de minoxidil.
Essa conversão é feita pela enzima sulfotransferase, presente no couro cabeludo, na base do fio.
Acredita-se que as variações na atividade da sulfotransferase tenham relação com as diferenças nos resultados obtidos a partir dos tratamentos com minoxidil.
Uma vez ativo, o minoxidil promove os seguintes efeitos:
  • aumento do comprimento e espessura de pelos e fios de cabelo; 
  • estímulo ao crescimento capilar;
  • redução da queda. 
Apesar de se conhecer seus efeitos, ainda não está completamente claro como ele faz isso, mas existem algumas sugestões.
Dados da literatura médica apontam possibilidades como:
  • melhora da irrigação sanguínea dos folículos capilares pela vasodilatação; 
  • liberação do fator de crescimento endotelial vascular (VEGF); 
  • ativação de compostos e vias que atuam no crescimento capilar como, por exemplo, a prostaglandina-endoperóxido e a via da beta-catenina; 
  • inibição dos efeitos dos andrógenos nos folículos capilares.

Minoxidil e queda de cabelo

Parece contraditório, mas o mesmo medicamento usado para tratar a queda de cabelo também pode fazer o cabelo cair mais.
Aliás, a queda de cabelo com minoxidil assusta muitas pessoas, sendo um das principais razões de interrupção do seu uso.
Para entender melhor porque isso ocorre, é preciso explicar por partes.
A primeira questão é como o minoxidil diminui a queda.

Tratamento da queda de cabelo com minoxidil

O minoxidil faz o cabelo cair menos.
A redução da queda de cabelo com minoxidil ocorre porque o medicamento altera o ciclo de renovação do cabelo.
Em geral, o ciclo do cabelo é dividido em 4 fases: anágena, catágena, telógena e quenógena.
A fase anágena é a fase de maior atividade e crescimento capilar.
Boa parte dos casos de queda de cabelo ocorre por redução do tempo dos fios em fase anágena. 
Dessa forma, o cabelo cai mais por passar precocemente para a fase de queda, ou seja, a fase telógena.
Por aumentar os fios na fase telógena, essa condição se chama eflúvio telógeno.
O minoxidil diminui a queda de cabelo nesses casos porque é capaz de segurar os fios em fase anágena.
Assim, ele retarda a passagem dos fios da fase de crescimento para a fase telógena, reduzindo a queda.

Queda de cabelo com minoxidil: normal ou efeito colateral?

Apesar de ser capaz de fazer o cabelo cair menos, o minoxidil também pode aumentar a queda.
Por sua vez, essa queda de cabelo com minoxidil pode ser um efeito normal ou adverso da medicação.
Ambas as situações podem ocorrer, até mesmo simultaneamente.
A diferenciação é feita pela avaliação médica da história e exame do couro cabeludo.

Efeito shedding: quando é normal ter queda de cabelo com minoxidil

Apesar de parecer estranho, nem sempre é um problema ter queda de cabelo com o minoxidil.
Inclusive, a queda faz parte do mecanismo de ação desse remédio, seja oral ou tópico.
Além de aumentar a fase de crescimento capilar, o minoxidil também encurta a fase telógena, quando ocorre a queda.
Essa fase costuma demorar em média entre 3 a 4 meses.
O minoxidil reduz esse tempo, fazendo com que os fios que cairiam em 4 meses passem a cair em 2 meses.
Ou seja, não cai mais fios com o minoxidil. A quantidade de fios que cairiam é a mesma, só que com o minoxidil eles caem em um período mais curto.
Esse efeito, conhecido como shedding, geralmente ocorre no início do tratamento com minoxidil.
A queda de cabelo com minoxidil pelo efeito shedding tende a começar nas primeiras semanas, persistindo em média até oito semanas após o início da terapia. 
Em alguns casos, o efeito shedding pode se estender por até 16 semanas, ou seja, 4 meses.
Depois desse período, o cabelo que caiu pelo efeito shedding tende a voltar mais forte do que antes, graças à ação do medicamento.
Dessa forma, apesar de preocupar pacientes, a queda de cabelo com minoxidil pode ser um indicativo positivo da ação do remédio. 
Trata-se de um sinal de que os folículos pilosos estão respondendo à medicação e novos fios, mais saudáveis, virão substituir os anteriores.

Queda de cabelo por minoxidil

Apesar de relativamente comum, nem sempre a queda de cabelo com minoxidil é um bom sinal.
Se usado incorretamente, ou seja, sem uma avaliação prévia e indicação precisa, ele pode agravar a queda e acelerar quadros de calvície.
Isso porque o minoxidil tópico tem capacidade de desencadear ou agravar irritações no couro cabeludo.
Além de causar vermelhidão, desconforto, coceira, queimação e caspa, ele pode aumentar a queda de cabelo.
Por sua vez, a queda por irritação pelo minoxidil pode acelerar o afinamento e perda de cabelos em pacientes com alopecia.
Portanto, o minoxidil é uma faca de dois gumes, pois ele tanto pode ser bom como ruim para o cabelo.

Queda de cabelo com minoxidil: o que fazer?

Nem sempre a queda de cabelo com minoxidil é um problema que demanda interrupção do tratamento.
No entanto, o surgimento de outras condições ou irritações severas na pele exige atenção e avaliação médica.
A recomendação de uso do minoxidil deve ser feita pelo médico especialista após avaliação detalhada do caso.
Somente após identificar qual a patologia associada à queda de cabelo e seu grau, torna-se possível determinar se o minoxidil é a terapia apropriada e se é necessário associar outros tratamentos ou medicamentos.
Uma vez indicada pelo médico, o uso do medicamento não deve ser interrompido mesmo se houver queda de cabelo com minoxidil nas primeiras semanas após o início do tratamento.
Mas o especialista deve ser notificado desse efeito colateral para que ele avalie a necessidade de examinar ou até suspender o produto .
O mesmo ocorre quando há alterações cutâneas graves, como irritação, prurido, dermatite ou hipertricose.
Nesses casos, o médico avalia o ajuste ou interrupção do uso.
A Clínica Doppio além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.
Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

Dr. Nilton de Ávila Reis

CRM: 115852/SP | RQE 32621


Posts Relacionados

Bolinhas na cabeça: o que pode ser?
Não é infrequente descobrir bolinhas na cabeça quando se lava ou ao passar a mão... (Leia mais)
Vale a pena tomar ômega 3 para cabelo?
A busca por suplementos e tratamentos caseiros faz aumentar o interesse por compostos como o... (Leia mais)
Erros ao usar minoxidil: por que ele não funciona?
O minoxidil é um remédio comprovadamente eficiente para tratar a alopecia. Mas existem alguns erros... (Leia mais)

38 Responses

  1. Boa noite, comprei um tratamento no passado dia 23.11.2021 com espironolactona e o minoxidol 1/2 vezes ao dia. Desde de ontem que estou com uma queda horrível que acho que nunca tive e estou bastante preocupada. A minha médica está de férias e não sei a quem recorrer. Agradecia alguma ajuda neste sentido. Muito obrigado

    1. Olá, Alexandra

      A indicação de medicamentos e outras formas de tratamento dependem de uma prévia avaliação médica completa (https://clinicadoppio.com.br/diagnostico-e-exames-para-queda-de-cabelo/), com análise do fio de cabelo, couro cabeludo e exames de sangue.
      Portanto, sugiro que agende uma consulta para que possamos discutir possibilidades terapêuticas.
      Caso queira mais informações, entre em contato conosco pelo número (11) 38539175.
      Estamos à disposição para ajudá-la.

  2. Boa tarde, Dr. Nilton!

    Uso minoxidil oral desde maio/2021 em razão de vários episódios de eflúvio telógeno agudo que tive. Não tenho alopecia androgenética. Apenas tive o eflúvio mesmo.

    Meu cabelo parou de cair.

    O senhor acha que terei efeito shedding ao parar de usar o minoxidil? O senhor acredita em desmame?

  3. Usar minoxidil pant pode piorar o quadro? Eu estava com uma entrada pequena, nada de mais, porem como meu pai apresenta uma grande perda de cabelo decidi ir no dermatologista, ela mandou usar minoxidil pant. Em 5 meses de tratamento percebi que não estava indo tão bem e que o quadro estava pior do que quando comecei, então parei de usar. Porem fazem pouco mais de 2 meses que interrompi o tratamento e eu estou com entrada maior e mais perda de cabelo do que quando comecei. Ele pode ter piorado meu quadro? Eu vou voltar a estar como estava antes do tratamento?

      1. Eu tinha lido que aí cessar o uso, o quadro iria voltar até o estado em que estava antes do uso. Ele pode deixar danos e piorar o caso, mesmo depois de encerrar o uso? E Tambi vi que após encerrar o uso o cabelo cai por um tempo, até quanto tempo isso se extende?

  4. Eu tinha lido que ao acessar o uso, o quadro iria voltar ate o estado em que estava antes do uso. Ele pode deixar danos e piorar o caso, mesmo depois de encerrar o uso? E também vi que após encerrar o uso o cabelo cai por um tempo, ate quanto tempo isso se estende?

    1. Olá, Paulo

      Se usado de forma incorreta ou sem indicação, o minoxidil pode agravar a queda e piorar a rarefação do cabelo, mesmo depois de encerrar seu uso.
      Já o tempo de queda de cabelo após parar de usar o minoxidil vai depender da causa da queda (https://clinicadoppio.com.br/queda-de-cabelo-com-minoxidil-shedding/).
      Portanto, antes de usá-lo é bom passar por uma avaliação médica completa (https://clinicadoppio.com.br/diagnostico-e-exames-para-queda-de-cabelo/), com análise do fio de cabelo, couro cabeludo e exames de sangue.
      Caso queira mais informações, entre em contato conosco pelo número (11) 38539175.
      Estamos à disposição para ajudá-lo.

    1. Olá, Elisangela

      O instagram da clínica é @clinicadoppio e o endereço Avenida Lavandisca,777 cj 31, bairro Moema, São Paulo – SP.
      Caso queira mais informações, entre em contato conosco pelo número (11) 38539175.
      Estamos à disposição para ajudá-la.

      1. Bom dia Dr!
        Eu usei o minoxidil tópico por 8 meses, buscando praticidade fui a dermatologista e a mesma me receitou minoxidil oral 1mg por dia. Então interrompi o tratamento tópico e só iniciei o tratamento oral 1 mês depois. Em 10 dias começou a cair muito, mas muito cabelo e se estende até o momento. É normal o shedding se estender por 3 meses e meio? E os fios perdidos nesse processo tende a voltar?

        1. Olá, Mateus

          Em geral, o shedding do minoxidil dura em torno de 8 semanas, ou seja, 2 meses.
          Se você ainda mantém queda após esse período, é melhor retornar na sua médica para avaliação.

          1. Boa noite Dr,
            Em seu post é dito que em alguns casos o shedding pode durar por 16 semanas. Visto que a média é 8 semanas, quais são esses casos? Muito obrigado pela atenção!

          2. Olá, Marcos Vinicius

            Em média dura 8 semanas, mas pode chegar até 16 semanas.

  5. Opa Doutor, eu utilizo minoxidil junto a finasterida, fazem 6 meses, não senti muita mudança até hoje, e a umas 2 semanas atrás comecei a perceber fios caindo com pouco mais frequência, há a possibilidade de o efeito shedding ter começado tarde ? Sendo que o normal é entre as primeiras 8 semanas ?

    1. Olá, Vitor

      Não é esperado ter efeito shedding no período relatado.
      Nesse caso, é preciso investigar outras causas de queda de cabelo.
      Caso queira mais informações, entre em contato conosco pelo número (11) 38539175.
      Estamos à disposição para ajudá-lo.

  6. Entendo, muito obrigado por sua resposta Doutor, porém cair dois ou três fios de cada lado, durante as vezes que passo o minoxidil a cada dia é normal mesmo após meses de uso? Ou incomum ?

  7. Estou ficando com menos cabelo lateralmente, o que me “obriga” a cortes embaraços. O que posso fazer? Tenho 60 anos e nenhum historial de queda

    1. Olá, Eduardinho

      Acredito que você precisa procurar um médico especialista (https://clinicadoppio.com.br/medico-especialista-em-cabelos/).
      Existem algumas possibilidades para o seu caso que precisam ser investigadas.
      Portanto, é preciso passar por uma avaliação médica completa (https://clinicadoppio.com.br/diagnostico-e-exames-para-queda-de-cabelo/), com análise do fio de cabelo, couro cabeludo e exames de sangue, para determinar os motivos da sua perda de cabelo.
      Caso queira mais informações, entre em contato conosco pelo número (11) 38539175.
      Estamos à disposição para ajudá-lo.

  8. Dr, o meu pai não foi calvo e a minha mãe também não é.
    Mas foi em 2017 na altura estava com 21 anos de idade que achei estranho nas minhas entradas. Mas isso não me preocupou muito porque até criava cabelo e não havia muita falha.

    Foram passando anos e mesmo assim não dava importância.
    Mas desde o mês passado (agora já com 25 e a caminho dos 26 anos) que me preocupou e consultei um Tricologista e já estou a fazendo tratamento.

    Dr, isso trata-se de alopecia androgenética?

    1. Olá, Miguel

      Para saber se é alopecia androgenética é preciso examinar pessoalmente.
      Portanto, sugiro que agende uma consulta para avaliação.
      Caso queira mais informações, entre em contato conosco pelo número (11) 38539175.
      Estamos à disposição para ajudá-lo.

  9. Eu uso o minoxidil tópico há 4 meses. Causou muita descamação, coceira e caspa, e ressecou os fios. Aumentou gravemente a queda. Vou trocar por algum produto sem álcool para teste.

  10. Olá!
    Eu faço uso do minoxidil oral 5mg a aproximadamente 6 meses. Notei um aumento na espessura dos fios do corpo inteiro. Caso eu interrompa o tratamento, os fios voltam a sua espessura inicial?

    1. Olá, Flávio

      Com o tempo, costuma ocorrer o afinamento progressivo dos fios de cabelo após interrupção do minoxidil.

  11. Boa tarde Dr
    Eu uso minoxidil oral de 1,5mg há um ano e há mais ou menos um mês venho percebendo uma queda maior de cabelo. Devo me preocupar? Seria um efeito do próprio med?

    1. Olá, Sarah

      O minoxidil pode causar queda de cabelo nos primeiros meses de uso.
      Entretanto, se a queda persistir, sugiro que procure um médico para avaliação.

  12. quem tem alopecia androgenética feminina, tem que tomar minoxidil pro resto da vida? pq eu fui diagnosticada com isso e também ferro muito baixo e carência de vitamina d , será que quando eu repor vai melhorar a queda?

    1. Olá, Lidiane

      A alopecia androgenética é uma condição que não tem cura e, portanto, necessita de tratamento por toda a vida, não necessariamente com minoxidil. A reposição de vitamina D e ferro interferem na queda, mas não curam a doença.

  13. Bom dia Doutor.
    Uso minoxidil 5% todos os dias, por cerca de 5 meses.
    Mas há uma semana comecei a perceber que o cabelo está caindo novamente.
    Isso é normal?

    1. Olá, Robson

      O shedding costuma ocorrer somente no 2 primeiros meses de uso do minoxidil.
      Se houver queda após esse período, é preciso examinar.
      Caso queira mais informações, entre em contato conosco pelo número (11) 38539175.
      Estamos à disposição para ajudá-lo.

  14. Boa noite
    Tenho alopecia androgenética, já fiz avaliação com dermatologista e tricologista e depois de vários tratamentos consegui manter meus cabelos sem queda com minoxidil 2,0mg, porém, depois de 1 ano de uso percebi q a queda voltou e meu cabelo está muito ralo novamente! É possível o minoxidil não estar mais fazendo efeito? Ou a queda pode ter outro motivo?

Deixe um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *