Sono e saúde dos cabelos

Sono e saúde dos cabelos

Todos sabem que dormir bem é fundamental pra saúde do organismo. Portanto, é esperado que a falta de sono possa causar comprometimento capilar. Mas qual seria possível  ter queda de cabelo por falta de sono?

O sono é o período natural de restauração do organismo, sendo quando ele se recarrega e repara os danos sofridos.

Entre os possíveis responsáveis pelos efeitos benéficos de uma boa noite de sono está a melatonina.

Melatonina e queda de cabelo

A deficiência de melatonina poderia ser um dos um dos responsáveis pela queda de cabelo por falta de sono adequado.

A melatonina é um hormônio produzido primariamente pela glândula pineal, localizada na parte central do cérebro.

Ela é responsável pelo controle do ciclo sono-vigília.

Sua síntese e secreção são controladas pela presença ou ausência da luz. Assim, quanto mais escuro, maior sua produção e quanto mais alta a sua concentração, maior é a sensação de sono.

Além dessa função, a melatonina também participa de vários outros processos fisiológicos.

Melatonina x envelhecimento

O mecanismo de ação desse hormônio nesses processos é através do efeito protetor contra o estresse, chamado de efeito antioxidante.

O estresse oxidativo das células é um dos principais responsáveis pelo processo de envelhecimento. Espécies reativas de oxigênio, os radicais livres são gerados por múltiplos agentes ambientais e pelo próprio organismo.

Essas moléculas têm alto poder de provocar danos ao DNA e às outras estruturas celulares.

Por ser capaz de se ligar e bloquear os radicais livres, a melatonina é auxilia a manter a integridade funcional das células, evitando o aparecimento de tumores e combatendo o envelhecimento.

O envelhecimento é um processo complexo que envolve vários mecanismos genéticos, hormonais e ambientais. Entre os fatores ambientais temos a radiação ultravioleta, o cigarro e a alimentação.

O envelhecimento das células do cabelo se manifesta pelo aparecimento de fios brancos e pela perda de cabelos.

Os fios brancos são decorrentes da diminuição da função dos melanócitos. Os melanócitos  são as células responsáveis pela produção da melanina, pigmento que dá a cor aos cabelos.

Já a calvície ou alopecia ocorre por comprometimento de células do folículo piloso, que pode se dar por ação do hormônio masculino diidrotestosterona (DHT) ou pelo processo de envelhecimento celular, em parte causado pelos danos provocados pelos radicais livres.

Assim, a baixa produção de melatonina poderia se relacionar ao aumento da queda de cabelo por falta de sono reparador.

Melatonina: reposição

Além de ser produzida pelo corpo, a melatonina também está disponível em forma de suplemento oral.

Pesquisas apontam que seu uso como suplemento pode ser útil para o tratamento de jet lag ou outros distúrbios de alinhamento do relógio biológico com o período dia-noite.

Seus efeitos colaterais mais comuns são:

  • Sonolência diurna
  • Dores de cabeça
  • Tontura

 

A melatonina pode interagir com outros medicamentos, tais como:

 

O seu uso, quando indicado por um médico, deve se restringir a períodos curtos, não maiores do que 2 meses. Usos por períodos mais longos devem ser avaliados caso a caso.

Queda de cabelo por falta de sono: qual a relação?

A queda de cabelo por falta de sono está relacionada não somente à quantidade, mas também a qualidade do sono.

Algumas pessoas necessitam de apenas algumas poucas horas de sono para se sentirem bem e descansadas. Por outro lado, existem aquelas que se sentem cansadas mesmo quando dormem 6 a 8 horas por dia.

A privação de sono afeta a imunidade, a secreção hormonal e o estado físico e mental do indivíduo, provocando estresse.

Estresse

O estresse pode levar à condições que geram queda de cabelos, podendo até acelerar a perda dos fios.

Os cabelos são muito sensíveis a mudanças no corpo, sendo boa parte dos motivos que provocam a queda capilar relacionadas à distúrbios internos.

Assim, não é de se estranhar que ocorra comprometimento capilar quando o corpo é privado do sono.

Além disso, o estresse pode acelerar o início e a progressão da calvície hereditária, tanto em homens quanto em mulheres.

Como diminuir a queda de cabelos por falta de sono

Para manter mente e cabelos saudáveis, atente para alguns cuidados que podem ajudar na hora de dormir:

  • Ajuste o padrão de sono. É importante tentar dormir em um horário fixo todos os dias e seguir uma rotina.
  • Evite distrações durante ou logo antes de ir para a cama, tais como: assistir TV, trabalhar no computador, fumar, ouvir músicas altas, consumir produtos com cafeína, guaraná ou outros estimulantes.
  • Tente reduzir o estresse diário, procurando reservar um período do dia para seus hobbies favoritos e para a prática regular de exercícios físicos.
  • Procure não ir à academia ou fazer atividade física intensa próximo ao horário de se deitar.
  • Não faça refeições pesadas, gordurosas ou com grande quantidade de carne vermelha à noite. Isso pode retardar o esvaziamento gástrico e prejudicar seu sono.
  • Evite beber muito líquido à noite. Além de também atrasar o esvaziamento gástrico, pode ainda provocar o despertar durante a noite para ir ao banheiro.

Falta de sono por queda de cabelos: o que fazer?

Se a queda de cabelos está causando estresse e tirando seu sono, talvez seja um bom sinal de que você precisa de ajuda.

A Clínica Doppio além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *