receitas caseiras para caspa remédio natural

Receitas caseiras para acabar com a caspa

Por se tratar de um problema comum, é normal que existam muitas receitas caseiras para caspa.
A caspa costuma ser descrita como uma descamação da pele do couro cabeludo.
A saída de flocos brancos pode ser acompanhada de coceira, sensibilidade, dor e até espinhas.
O quadro, geralmente leve e tolerável, pode se tornar mais aparente, causar incômodo e constrangimento ao paciente.
Nesse caso, é importante buscar auxílio especializado para um tratamento mais eficaz e duradouro.

Quais as causas da caspa?

A possível associação entre caspa e sujeira cria um estigma em torno da condição e amplia o incômodo dos pacientes.
A caspa não é sinônimo de falta de higiene do couro cabeludo, apesar de estar relacionada.
Em algumas condições, como na dermatite seborreica, a higienização incorreta pode colaborar com a piora e perpetuação do quadro.
A dermatite seborreica é a causa mais comum de caspa no couro cabeludo.
Ela costuma ser decorrente de fatores genéticos e de situações que aumentam a oleosidade, alteram a imunidade ou favoreçam a proliferação de fungos.
Além da seborréia, existem outras possíveis causas para caspa, dentre elas:
 
Como existem diversos fatores relacionados ao aparecimento da caspa, é esperado que também surjam várias tentativas de receitas e remédios caseiros para combate-la.

Receitas caseiras para caspa: o que funciona?

Mais do que a opinião de amigos ou a resenha de blogs, para saber se algo relacionado à saúde realmente funciona, é preciso pesquisar por estudos científicos sobre o tema.
Diversas substâncias presentes em receitas caseiras para caspa já foram testadas cientificamente, sendo que algumas delas obtiveram resultados favoráveis.
A seguir, serão apresentados os compostos mais utilizados e alguns estudos relacionados.

Receitas caseiras para caspa com óleo da melaleuca

O óleo essencial de melaleuca, também conhecida como tea tree, é muito utilizado na composição de produtos capilares pela indústria farmacêutica e de cosméticos.
Graças as suas propriedades antiinflamatória, antifúngica e antibiótica, ele é um componente que pode colaborar no controle de irritações no couro cabeludo.
Diversos estudos científicos comprovam os benefícios do óleo de melaleuca para a saúde do couro cabeludo.
Um deles, por exemplo, testou o óleo de melaleuca a 5% em 26 pacientes com caspa.
Depois de 4 semanas de uso, houve melhora de 41% dos tratados, contra 11% dos que usaram placebo, ou seja, outro produto qualquer sem efeito.
No estudo, a maior taxa de resposta do tea tree oil foi associada a sua atividade antifúngica, no caso contra o fungo Pityrosporum ovale.
Outro artigo científico, desta vez uma revisão sistemática, apresentou diversos estudos prévios que reforçam a atividade antifúngica do óleo de melaleuca, além de mostrar que ele também é eficaz para diminuir a inflamação e a infecção por bactérias.
Os inúmeros trabalhos sobre o tema levaram à indústria a criar muitos produtos contendo esse óleo em suas formulações.
No entanto, mesmo sendo comprovadamente benéfico para uso em produtos capilares, a aplicação direta do óleo essencial no couro cabeludo pode agravar irritações e provocar queda de cabelo.
Antes de ser usado, o óleo precisa ser diluído da maneira correta.
Existem diversas receitas caseiras para caspa com óleo de melaleuca na internet, mas nem sempre a diluição é correta.
Na dúvida, o mais recomendado é procurar por shampoos anticaspa prontos que contenham a substância na composição.

Receitas caseiras para caspa com óleo de coco

O óleo de coco tem se tornado cada vez mais popular entre produtos e tratamentos capilares.
Uma das suas possíveis aplicações seria para amenizar a caspa e os desconfortáveis sintomas da condição.
Parte da crença de que o óleo de coco possa ser usado como anticaspa vem de sua composição.
O óleo de coco tem entre seus componentes os ácido láurico, cáprico e caprílico, ácidos graxos de cadeia média com atividade antimicrobiana.
Assim, além de hidratar, o óleo de coco teoricamente poderia capaz de ajudar a amenizar quadros inflamatórios da pele.
Nesse sentido, um estudo científico realizado em 2014 verificou benefícios do uso do óleo de coco em pacientes com dermatite atópica.
No estudo, realizado durante 8 semanas, houve uma melhora dos sintomas da dermatite em 68% dos pacientes.
Como comparação, os participantes que fizeram uso de óleo mineral tiveram uma melhora de apenas 38%.
Se por um lado, ele pode contribuir para a hidratação, controle da irritação e da caspa em pessoas com dermatite atópica, o mesmo não pode se dizer de pessoas com seborréia.
Um outro estudo, desta vez de 2017, mostrou não haver diferenças no controle da caspa entre quem usou e quem não usou óleo de coco.
Na verdade, o uso de receitas caseiras para caspa com óleo de coco pode até agravar ainda mais quadros de dermatite seborreica.
Por isso, é necessário que se saiba exatamente o que está provocando a caspa antes de se iniciar tratamentos caseiros.

Receitas caseiras para caspa com óleo de capim-limão

Além do aroma agradável, o óleo de capim-limão tem propriedades antimicrobianas e antiinflamatórias que podem contribuir na amenização da caspa.
Em 2015 foi realizado um estudo que constatou que o uso da substância em tônicos capilares com uma concentração de 10% melhorava a caspa em até 81% após duas semanas de aplicação.
Aqui vale a mesma observação feita anteriormente para o óleo de melaleuca. Óleos essenciais são substâncias muito concentradas e fortes, com alto poder de irritação.
O uso incorreto pode causar irritações, alergias e até queimaduras químicas.
Portanto, tenha cautela, moderação e bom senso em relação ao uso dessas substâncias.

Receitas caseiras para caspa com babosa

A babosa talvez seja a planta mais popularmente associada a produtos e receitas caseiras para tratamento capilar.
Também conhecida como aloe vera, a babosa é usada como remédio caseiro para caspa, queda de cabelo e até calvície.
Se funciona, já é outro assunto.
No caso da caspa, as propriedades calmantes e ativos antioxidantes existentes no gel extraído das folhas dessa planta até podem, de certa forma, contribuir na amenização dos sintomas.
Segundo uma revisão sistemática realizada em 2019, o gel de aloe vera tem potencial para aumentar a retenção de umidade na pele, contribuir na cicatrização de feridas e amenizar inflamações.
Apesar desses possíveis mecanismos sugeridos pelo estudo poderem ser benéficos no tratamento anticaspa, o uso incorreto da babosa pode, na verdade, piorar o quadro.
É necessário ter cuidado, pois sua capacidade de reter água tende a criar um ambiente favorável ao crescimento de fungos, com piora da caspa.
Já no caso da queda de cabelo e principalmente da calvície, os benefícios da babosa são ainda mais duvidosos e sem embasamento científico.

Receitas caseiras para caspa com vinagre de maçã

O vinagre de maçã também tem sido amplamente explorado por blogs de cuidados para cabelo.
Graças ao seu ph ácido, o vinagre de maçã tem a capacidade de selar as escamas da cutícula dos fios, deixando os cabelos mais sedosos, macios e brilhantes.
Além dos cuidados com os fios, o vinagre de maçã também tem entrado em receitas caseiras para caspa.
De fato, existem pesquisas científicas sugerindo que o vinagre de maçã possa ter potencial para controlar a proliferação de alguns tipos de fungos.
No entanto, os estudos científicos não testaram seu uso aplicado ao tratamento da caspa.
Portanto, não é recomendado usar vinagre se maçã em receitas caseiras para caspa.
Mesmo porque o ph do vinagre pode alterar o ph do couro, aumentando a irritação e a produção de caspa.

O que é indicado para tratamento caseiro da caspa?

As melhores receitas caseiras para caspa são a adoção de hábitos de vida saudáveis e de cuidados adequados com o couro cabeludo.
Por outro lado, o uso de receitas caseiras para caspa sem orientação, mesmo com produtos naturais com algum tipo de respaldo científico, pode agravar a situação.
Óleos essenciais muito concentrados, por exemplo, podem intensificar o problema ou mesmo desencadear outras irritações cutâneas.
Portanto, o mais indicado é sempre realizar uma consulta com um médico especialista antes de definir a conduta ideal.
Através do diagnóstico clínico da condição e também das causas do problema, o médico tem condições de indicar um tratamento mais efetivo e duradouro.
Além disso, ele verifica a concentração do produto, frequência do uso, reações adversas e eficácia da opção indicada, adaptando-a de acordo com as suas necessidades.
Dessa forma, não faça experiências com seu couro cabeludo e saúde, invista no tratamento correto!
Em casos de problemas com caspa, procure ajuda especializada!
A Clínica Doppio possui uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície. Além disso, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.
Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.
 

Atendimento

Categorias