Remédio caseiro para calvície ou queda de cabelo é a solução?

A busca por uma receita de remédio caseiro para calvície geralmente é o primeiro passo de quem percebe mudanças capilares.

Seja pela alteração da textura, formato, aparência ou mesmo volume, ao ficar mais ralo, o cabelo passa a incomodar.

E isso não é infrequente, pois até 85% dos homens e 40% das mulheres desenvolvem alopecia em algum momento da vida.

Por ser mais cômodo, algumas pessoas optam por fazerem tentativas em casa antes de buscar auxílio médico. Mas será essa a solução correta para o problema?

Calvície masculina e feminina

A alopecia androgenética é a principal causa de calvície em homens e mulheres.

Nessa condição, há participação de hormônios sexuais, predisposição genética e fatores ambientais na perda de cabelo.

O processo, conhecido como miniaturização, leva ao afinamento e encurtamento progressivo dos fios até sua completa extinção.

Os principais hormônios envolvidos na calvície genética são a testosterona e seu metabólito dihidrotestosterona (DHT).

A conversão de testosterona em DHT ocorre através da enzima 5-alfaredutase, alvo da finasterida e dutasterida, medicamentos para calvície.

Além dessas medicações orais, outros tratamentos para alopecia incluem, por exemplo, o minoxidil e tecnologias como o laser capilar.

Eflúvio telógeno

Já o eflúvio telógeno é o principal mecanismo de queda de cabelo em homens e mulheres.

Nessa condição, agravos à saúde ou ao couro cabeludo levam a modificações no ciclo capilar normal.

Desse modo, fios em fase de crescimento pleno passam precocemente para a fase de repouso ou telógena.

Uma vez nessa fase, o fio cai e vem outro no seu lugar.

Portanto, quanto mais fios em fase telógena, mais fios vão cair.

Existem diversas causas para o eflúvio capilar como, por exemplo:

  • déficits ou excesso de vitaminas e minerais;
  • alterações hormonais;
  • gel de testosterona, anabolizantes ou uso de hormônios biodênticos;
  • anticoncepcionais;
  • doenças sistêmicas;
  • infecções como dengue ou COVID,
  • cirurgias de médio ou grande porte;
  • remédios;
  • dermatites no couro cabeludo.

Ingredientes e receitas de remédio caseiro para calvície e queda de cabelo

Existe uma série de receitas e tratamentos capilares para se fazer em casa disponíveis na internet.

Parte dessas indicações vêm de conhecimentos da medicina tradicional chinesa. Outra parte é de relatos de blogs nos quais se expõem experiências pessoais com tais terapias alternativas.

Entre as substâncias comuns como remédio caseiro para calvície e queda de cabelo incluem-se alimentos, ervas e óleos essenciais.

Os principais alimentos de receitas para tratamento capilar são: 

  • alho;
  • cebola;
  • mel;
  • ovos; 
  • abacate; 
  • iogurte;
  • manteiga;
  • óleo de peixe;
  • vinagre de maçã;
  • óleo de coco;
  • mostarda;
  • alecrim;
  • gengibre;
  • canela;
  • romã;
  • leite.

Já entre os chás e ervas mais frequentes em tratamentos caseiros para queda e calvície estão: 

  • babosa ou aloe vera;
  • folha de goiaba;
  • chá verde; 
  • feno grego;
  • ginseng;
  • Saw palmetto;
  • gingko biloba.

Óleos essenciais também estão na lista dos favoritos em fórmulas de remédio caseiro para calvície e queda de cabelo. Dentre os óleos mais famosos para esse fim, têm-se:

  • melaleuca;
  • rícino;
  • alecrim;
  • hortelã-pimenta ou pepermint;
  • sálvia; 
  • cedro;
  • lavanda;
  • capim limão;
  • eucalipto;
  • limão siciliano;
  • gerânio;
  • ylang ylang.

Além de todos esses ingredientes naturais, outro recurso para se fazer em casa é a massagem capilar.

Algumas fontes na internet sugerem, inclusive, misturar mais de uma dessas categorias em um só procedimento.

Assim, por exemplo, não é incomum encontrar receitas sugerindo fazer massagem com alecrim ou com chá de goiaba. Colocar gotas de óleo essencial no shampoo e aplicar babosa, vinagre de maçã ou óleo de coco também são populares.

Mas mesmo não sabendo as causas da queda, será que vale a pena testar um remédio caseiro?

Motivos para se usar um remédio caseiro para calvície ou queda de cabelo 

Se as pessoas usam fórmulas feitas em casa é porque elas têm razões para tomarem tal decisão.

Em geral, as principais justificativas para se formular um remédio caseiro para calvície são as descritas a seguir.

Alternativas naturais

Uma parte da população evita ao máximo usar fármacos porque temem seus possíveis efeitos colaterais.

Para esse grupo, soluções naturais soam mais seguras e, portanto, atrativas.

Conveniência, praticidade e preço

Outro ponto a favor do uso de um remédio caseiro para calvície ou queda de cabelo é a conveniência.

Boa parte dos componentes de fórmulas caseiras fazem parte do rol de alimentos e temperos do dia a dia.

Portanto, é mais simples obter os ingredientes necessários para produzir o próprio remédio caseiro para calvície ou queda de cabelo.

Aliás, essa variedade de opções, com possibilidade de adequar a receita conforme o gosto pessoal é outra vantagem.

Além disso, é mais prático e barato fazer uma receita caseira do que pagar uma consulta médica e comprar medicamentos.  Isso sem contar os suplementos, tecnologias e xampus dermatológicos que muitas vezes fazem parte do tratamento e aumentam os custos.

Inclusive, talvez esse seja um dos principais motivos de levar as pessoas a se automedicarem.

Apelo popular

Esse fator também é forte: a recomendação de amigos e parentes para o uso de um remédio caseiro para calvície.

Sempre se escuta alguém dar um relato de resultados maravilhosos com tais experimentos. Soa quase como mágica.

Para quem estava com certa dúvida, essas opiniões bastam. 

O raciocínio seguinte passa a ser então: por que não tentar?

Razões para se evitar o remédio caseiro para calvície e queda de cabelo

Assim como há alguns benefícios de usar um remédio caseiro para calvície e queda de cabelo, também há argumentos contra sua utilização.

Falta de padronização

A primeira razão para se evitar fórmulas domésticas é a falta de padronização.

Não há protocolos para preparo, quantidade, forma de uso e conservação dessas receitas e procedimentos, por exemplo.

Até mesmo as indicações variam, com poucas informações sobre segurança.

Por outro lado, há sugestões de verdadeiros coquetéis envolvendo alimentos, ervas, chás e óleos como remédio caseiro para calvície ou queda de cabelo.

Baixo grau de evidência científica

Outra questão crítica do tratamento capilar em casa é a falta de embasamento científico desses métodos.

Embora tenham forte apelo popular, a grande maioria dos fitoterápicos não apresentam pesquisas suficientes para validar seu uso.

Uma parte dos ativos dos ingredientes naturais dessas fórmulas até têm variáveis graus de respaldo na literatura médica. Esse é o caso, por exemplo, dos óleos essenciais de alecrim, melaleuca, hortelã-pimenta e a babosa, dentre outros.

Mas no caso dessas plantas, o problema está na forma de uso delas.

Falta de conhecimento técnico adequado

Não é à toa que existem diversos produtos cosméticos com esses ingredientes naturais. Esse é um sinal claro dos seus benefícios no tratamento capilar.

Entretanto, não basta pingar algumas gotas de óleo essencial em xampus, cremes ou fazer preparos com o extrato dessas plantas.

Existe toda uma preparação química por trás de produtos contendo esses ativos. 

Pesquisadores e farmacêuticos precisam estudar muito para isolar as moléculas responsáveis pelos efeitos terapêuticos das plantas.

Além disso, é preciso conhecimento técnico para agrupar cada novo componente às composições de xampus, condicionadores, cremes e loções capilares.

Do contrário, pode haver perda da estabilidade da fórmula, mudanças no ph e surgimento de efeitos indesejados.

Aliás, esse é um outro aspecto importante a se considerar sobre o uso de um remédio caseiro para calvície ou queda de cabelo.

Efeitos colaterais

Uma das principais motivações ao uso de fitoterápicos é a crença errônea de eles serem inócuos, ou seja, sem efeitos colaterais.

No entanto, produtos e ingredientes “naturais” também podem desencadear complicações e efeitos adversos graves, inclusive fatais.

Existem diversos relatos de morte por hepatite aguda fulminante após consumo de chá verde na literatura médica, por exemplo.

Óleos essenciais também são frequentemente associados à queimaduras e irritações no couro cabeludo.

O uso incorreto da babosa, óleo de coco e vinagre de maçã, por sua vez, podem agravar dermatites na cabeça.  O resultado final muitas vezes acaba sendo uma desastrosa queda de cabelo.

Portanto, todos esses fatores críticos devem ser considerados antes do uso de qualquer opção de remédio caseiro para queda de cabelo ou calvície.

Vale a pena usar remédio caseiro para calvície ou queda de cabelo?

A queda de cabelo costuma ser uma consequência de diversos agravos à saúde, seja do corpo ou do couro.

Dessa forma, seu tratamento consiste em detectar e reparar as causas que estão fazendo o cabelo cair.

Nesse contexto, não faz sentido usar um mesmo remédio caseiro para queda de cabelo para todos os casos.

Todo tratamento da queda de cabelo começa por uma entrevista com o paciente, exame físico, de imagem e exames de sangue.

Sem percorrer essas etapas, não há como tratar.

Já a calvície é uma condição genética com participação de hormônios masculinos.

O remédio caseiro para calvície, nesse caso, seria mais uma alternativa para aqueles que desejam evitar o uso de fármacos.

Entretanto, além de não ajudar, esses tratamentos naturais podem até reduzir as chances de recuperação dos cabelos.

Isso porque a calvície é uma patologia progressiva, ou seja, tende a piorar com o tempo.

Portanto, quanto mais se demora tentando fazer experiências em casa, mais cabelo se perde.

Assim, não perca mais tempo, pois tempo é cabelo!

Venha nos fazer uma visita!

A Clínica Doppio  possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície. Além disso, contamos ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

Dr. Nilton de Ávila Reis

CRM: 115852/SP | RQE 32621


Posts Relacionados

Queda de cabelo por Ozempic e outros inibidores de apetite
A possibilidade de haver queda de cabelo por Ozempic é uma das preocupações das pessoas... (Leia mais)
Terapia com células estaminais para calvície
A alopecia androgenética, popular calvície, pode ter na terapia com células estaminais a resposta que... (Leia mais)
Minoxidil com propilenoglicol faz mal?
Nos últimos tempos, vem aumentando o interesse em saber se o propilenoglicol faz mal. Foi... (Leia mais)

Deixe um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *