Remédios naturais para a calvície e queda de cabelos

A queda de cabelos pode ser a forma que o corpo encontra para expressar algum agravo à saúde, muitas vezes ainda oculto. Enquanto se busca a causa do problema, existem diversos remédios naturais para calvície que podem amenizar o impacto sobre os cabelos.

Alimentos

Um dos mais conhecidos remédios naturais para calvície e queda de cabelos é ter uma alimentação saudável. A queda excessiva de cabelos pode ser um sinal de que seu corpo apresenta baixa quantidade de certos nutrientes.

Alguns alimentos podem ajudar nesse sentido:

  • Proteínas: importante componente estrutural dos fios. Boas fontes alimentares são ovos, carnes vermelhas, peixes e grãos.
  • Ferro: a deficiência desse mineral é uma das causas mais frequentes de queda dos cabelos. O ferro pode ser encontrado em carne vermelha, lentilhas, espinafre ou outros vegetais de folha escura.
  • Vitamina C: protege os cabelos dos danos provocados pelo estresse interno e do ambiente, além de favorecer a absorção de ferro. Alimentos ricos em vitamina C: acerola, goiaba, kiwi e brócolis.
  • Vitamina A: contribui para a saúde dos cabelos e do couro cabeludo. Alimentos que fornecem boa quantidade de vitamina A: batata doce, mamão, abóbora, manga.
  • Zinco: a deficiência de zinco está associada à inflamação do couro cabeludo e ao aumento da queda de cabelos. O zinco pode ser encontrado em frutos do mar, castanhas e sementes de abóbora

Erros alimentares

Boa parte dos nutrientes cuja deficiência provoca queda de cabelos também podem levar ao comprometimento capilar quando ingeridos em excesso.

Especial atenção deve ser tomada quando há ingestão concomitante de suplementos polivitamínicos e “alimentos enriquecidos” com vitaminas e minerais.

Assim, apesar de saudáveis e bons para os cabelos, alimentos com alto teor de ferro, vitamina A, zinco e selênio devem ser consumidos com moderação.

O consumo excessivo de açúcar também pode comprometer a saúde capilar por alterar a resposta inflamatória e promover o desequilíbrio metabólico e hormonal do organismo.

Por fim, deve-se evitar o consumo de carnes de origem duvidosa, pela não possibilidade de se descartar o uso de hormônios e outras substâncias utilizadas para promover o crescimento rápidos desses animais.

Estresse

O estresse crônico pode afetar o corpo de formas variadas, podendo levar a alterações do coração, do nível de energia e até das emoções.

O estresse também causa aumento da queda de cabelos por diversos mecanismos, que vão desde mudanças na resposta imune do organismo até ação sobre o crescimento e desenvolvimento dos fios.

Diminuir os níveis de estresse diário ajuda a fortalecer a saúde em geral, incluindo a saúde capilar.

É importante encontrar meios para aliviar o estresse, adaptando-os as suas necessidades e rotina.

Atividades como ioga ou outras formas de exercícios, incluindo caminhadas diárias em lugares abertos ou atitudes simples como um bom banho podem ser muito úteis no combate ao estresse.

Cuidar de si mesmo é um dos melhores remédios naturais para calvície e para a saúde!

Dormir bem

Dormir bem é importante não só para carregar as energias, como também para reparar possíveis danos provocados pelo estresse cotidiano.

O sono interfere em diversas funções biológicas como reposta imune e controle hormonal. Um dos hormônios que aumentam sua concentração durante o sono é a melatonina, que exerce efeito protetor para os cabelos e para ao organismo devido ao seu poder antioxidante.

Sendo assim, um sono reparador é um dos mais acessíveis remédios naturais para calvície e outros problemas capilares.

Hormônios

Quando os níveis hormonais estão fora de controle, o corpo começa a apresentar uma série de sinais e sintomas. Um desses sintomas é a queda de cabelos.

Checar e controlar os níveis hormonais quando se nota o aumento da queda pode não só interromper o problema capilar, como também evitar o desenvolvimento de outros sintomas relacionados à desregulação hormonal. Por isso, é importante fazer check-ups médicos periódicos para assegurar o bom funcionamento do organismo.

Sempre que houver dúvidas envolvendo hormônios, o endocrinologista é o profissional mais indicado para oferecer informações precisas.

Alguns alimentos podem ser incluídos na dieta para ajudar na regulação do metabolismo e na manutenção do balanço hormonal. Esses alimentos incluem o abacate, castanhas, maçã e sementes de chia.

Óleos essenciais

Pesquisas têm sido feitas para avaliar o possível benefício de óleos essenciais na saúde dos cabelos.

Dentre as plantas mais estudadas para esse fim encontram-se a melaleuca, alecrim, salvia, coco e hortelã.

O que os estudos têm demonstrado é que apesar de haver fraca evidência científica para o tratamento da alopecia androgenética, o uso desses compostos poderia auxiliar no controle da queda dos cabelos por atuarem em fatores como por exemplo, a inflamação do couro cabeludo.

Banhos frios

Banhos com água quente removem melhor a oleosidade dos cabelos. Entretanto, eles também podem remover óleos importantes para a proteção do fio e do couro cabeludo. Assim, os fios se tornam quebradiços e o couro cabeludo mais susceptível a quadros inflamatórios como a caspa ou dermatite seborreica.

Portanto, o ideal é que se lave os cabelos com água morna ou fria, com produtos adequados para remoção apenas do excesso de oleosidade dos cabelos.

Cuidados com os cabelos

É importante se manter a higiene adequada dos cabelos através de banhos frequentes e com produtos adequados. Em casos de caspa, coceira ou irritação do couro cabeludo, pode ser necessário o uso de xampus e produtos específicos.

Procure não fazer químicas com produtos fortes como tintura, luzes, escova progressiva e outros métodos de coloração e alisamento. A ajuda de profissionais capacitados pode ser fundamental na escolha de produtos que provoquem menos danos aos fios.

Nesse sentido, também vale destacar que o uso de métodos que provocam aquecimento excessivo do fio como chapinhas, babyliss, ou outras pranchas e modeladores devem ser evitados. Eles alteram a estrutura do fio tornando-os frágeis e quebradiços.

Remédios naturais para calvície: recomendações

Existem diversas medidas que podem atuar como remédios naturais para calvície e queda de cabelos.

A adoção desses cuidados pode muitas vezes ser suficientes para o controle da queda excessiva.

Em outros casos, pode ser necessário o auxílio médico.

A Clínica Doppio além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

Remédios naturais para a calvície e queda de cabelos

Dr. Nilton de Avila Reis

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *