Shampoo antirresíduos: composição, ação e indicações

O shampoo antirresíduos ou de limpeza profunda pode ser uma boa aquisição para a rotina de cuidados capilares.

Com a indicação e uso corretos, trata-se de um aliado poderoso na conquista de um cabelo mais saudável e vistoso.

Em contrapartida, por se tratar de um produto forte, ele também pode danificar os fios e agravar dermatites.

Existem vários tipos de shampoo antirresíduos disponíveis no mercado. Cada um se adequa melhor a um tipo de cabelo, situação e propósito. Por isso, é preciso ter atenção na hora escolher o produto certo.

Diante desse cenário, passa a ser fundamental ter informações confiáveis para obter as vantagens com esse tipo de tratamento.

O que é shampoo antirresíduos?

O shampoo antirresíduos é um produto capaz de fazer uma limpeza mais profunda do cabelo e do couro cabeludo.

Trata-se de uma versão mais forte em relação ao shampoo comum do dia a dia.

Graças a sua formulação, ele é capaz de abrir bem as escamas da cutícula, limpando até a “sujeira debaixo do tapete”.

Mas o que torna esse shampoo mais forte do que os demais?

Composição do shampoo de limpeza profunda

O diferencial do shampoo antirresíduos é o tipo e a concentração de seus agentes de limpeza.

Os resíduos e a sujeira se aderem ao óleo presente no couro e fio de cabelo. Por isso, para retirá-los da cabeça, também é preciso remover o óleo.

Como se sabe, água e óleo não se misturam e, portanto, não basta molhar o cabelo para limpá-lo.

Então, para remover essa mistura, é preciso ter uma molécula capaz de fazer a ligação entre água e óleo.

Esse composto se chama surfactante. Ele está presente em sabões, sabonetes, xampus e demais produtos de limpeza, seja para casa, corpo ou cabelo.

Os surfactantes contêm em sua molécula dois polos: um se liga à água e o outro ao óleo.

Dessa forma, ele consegue fazer com que a água carregue o óleo e a sujeira para fora da cabeça.

Existem diversos tipos de surfactante, com variados graus de poder de limpeza, sendo os sulfatos os mais potentes.

Além de abrir bem a cutícula e remover profundamente a sujeira, esse grupo de detergentes transfere íons negativos ao fio. Por isso, os sulfatos são conhecidos como aniônicos, ou seja, de carga negativa.

Os principais componentes surfactantes presentes no shampoo antirresíduos são:

  • lauryl sulfate: sodium lauryl sulfate, ammonium lauryl sulfate, sodium lauryl sarcosinate, triethanolamine lauryl sulfate;
  • laureth sulfate: sodium laureth sulfate, ammonium laureth sulfate, triethanolamine laureth sulfate;
  • sodium stearte, sodium myreth sulfate, sodium myreth sulfate, alpha-olefin sulfonate.

Para que serve o shampoo antirresíduos?

Graças à presença de surfactantes fortes, o shampoo antirresíduos serve para fazer uma limpeza profunda no cabelo e couro cabeludo.

Desse modo, ele consegue remover bem o sebo, sujeira, poluentes, células mortas, depósitos minerais e restos de outros produtos capilares.

Com isso, o shampoo antirresíduos pode deixar o cabelo e o couro cabeludo mais limpos e saudáveis.

Indicações: quem deve usar shampoo de limpeza profunda?

Algumas pessoas ficam com o cabelo muito oleoso rapidamente, mesmo pouco tempo após lavar os fios. 

Essa característica faz com que ele pareça sempre ensebado, gorduroso e minguado.

Nesse caso, o shampoo antirresíduos pode ajudar no controle da oleosidade e aspecto do cabelo.

Outra boa indicação do shampoo antirresíduos é para quem vive ou viaja para locais onde a água é dura.

Como a água desses locais é rica em minerais, ela acaba deixando resíduos no cabelo após banho. Isso faz com que ele fique progressivamente mais seco, duro e sem brilho.

O mesmo ocorre com quem faz uso frequente de finalizadores, cremes, mousse e outros produtos para cabelo. 

Como esses produtos deixam resquícios no fio, é bom remover bem eles para evitar as consequências do seu acúmulo.

Quais são os benefícios do shampoo antirresíduos?

O uso correto e bem indicado do shampoo de limpeza profunda pode proporcionar alguns ganhos ao tratamento capilar como:

  • controle da oleosidade excessiva;
  • remoção de resíduos e restos de cosméticos;
  • preparar os fios para procedimentos químicos;
  • melhorar o aspecto  e volume do cabelo.

Cabelos oleosos 

Algumas pessoas se queixam de ter a sensação de estarem sempre com o cabelo oleoso.

Parte delas até passam a lavar os cabelos mais de uma vez ao dia para tentar controlar a oleosidade.

Outras apelam para sabão, sabonete, shampoo a seco e talco na tentativa de deixar o cabelo menos ensebado.

Assim, para quem tem cabelo oleoso, o uso periódico do shampoo antirresíduos pode dar uma força a mais na missão.

Remover o acúmulo de produtos

Embora costumem ser eficientes na limpeza cotidiana, os xampus comuns têm limitações.

Esses produtos foram feitos para uma limpeza do dia a dia em condições normais.

Por isso, eles podem não serem suficientes para quem usa muito produto no cabelo ou vive em áreas de água dura.

Nesses casos, o acúmulo de restos e resíduos sobre o fio podem reduzir sua porosidade, gerando hidrofobia capilar.

Desse modo, o cabelo se torna duro, áspero, opaco e aparentemente “sem vida”.

Às vezes, a hidrofobia capilar pode ocorrer mesmo em quem usa somente condicionador, leave-in ou creme para pentear.

Isso porque condicionadores e cremes a base de silicones insolúveis são especialmente resistentes a sair com xampus tradicionais.

Daí a necessidade de um produto mais forte.

O shampoo antirresíduos ajuda a eliminar todos os diferentes resquícios que ficam grudados no cabelo mesmo após higienização diária.

Preparo para procedimentos

Quando se vai a um salão fazer química no cabelo, é comum eles lavarem os fios com um shampoo antirresíduos.

Por geralmente ter um ph mais alcalino, esse xampu abre bem as cutículas.

A proposta no caso é retirar sujeiras, óleos e impurezas do fio para deixá-lo mais receptivo ao procedimento.

Melhora da aparência e volume do cabelo

Ao limpar profundamente os fios e couro cabeludo, o shampoo antirresíduos deixa os cabelos mais leves, soltos e volumosos.

Isso porque o excesso de sebo gruda os fios do cabelo, reduzindo seu volume, especialmente em quem tem cabelos finos.

Dessa maneira, ao reduzir essa gordura que prende os fios na cabeça, os cabelos passam a parecer mais cheios.

Riscos e problemas

O uso excessivo do shampoo antirresíduos pode ser prejudicial aos cabelos.

Isso ocorre pois ao remover as impurezas e óleos capilares, ele causa ressecamento do fio, frizz, opacidade e nós nas pontas.

No couro cabeludo, a remoção exagerada dos óleos naturais ainda pode provocar o efeito rebote, com intensificação da oleosidade.

A composição mais forte também pode irritar o couro cabeludo sensível, agravando a dermatite seborreica e outras patologias.

Por fim, o shampoo pode causar desbotamento de tinturas, alterando a cor do cabelo

Dessa forma, pessoas com coloração capilar recente devem evitar o produto.

Quando usar o shampoo de antirresíduos?

O shampoo de limpeza profunda não deve substituir o shampoo tradicional, pois ele é muito forte para ser usado diariamente.

A ideia é utilizá-lo não mais do que 2 vezes por semana para complementar a limpeza do shampoo regular.

Para quem tem cabelos oleosos ou suam demasiadamente, uma vez por semana é suficiente.

Já 2 vezes por semana seria para quem além de ter cabelo ensebado ainda usa muitos produtos capilares.

Tipos de shampoo antirresíduos

Existem diferentes opções de shampoos de limpeza profunda.

Algumas variações do shampoo antirresiduos são o esfoliante e o detox.

O shampoo esfoliante atua mais na remoção da caspa ou resíduos de produtos no couro cabeludo. 

Por ter microesferas, ele ajuda a fazer uma abrasão da pele, facilitando a saída das casquinhas.

Já o shampoo detox tem formulações que priorizam ingredientes naturais, como óleos vegetais, argila ou aloe vera, por exemplo. Essa linha de produtos evita componentes como sulfatos ou silicone.

Aliás, essa é a diferença do shampoo detox para o antirresíduos clássico.

Qual shampoo usar?

A escolha de um bom shampoo antirresíduos pode ser útil para a rotina capilar.

Isso porque além de melhorar a aparência do cabelo, ele pode ajudar na prevenção de doenças do couro cabeludo.

Entretanto, seu uso demasiado ou sem uma indicação correta pode causar o efeito contrário.

Assim, ele também pode deixar os fios mais secos, opacos e quebradiços, além de causar oleosidade rebote e agravar dermatites.

Por isso, antes de escolher e usar produtos mais específicos, consulte um profissional da área.

A Clínica Doppio  possui uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície. Além disso, contamos com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema na busca por um bom resultado.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

Dr. Nilton de Ávila Reis

CRM: 115852/SP | RQE 32621


Posts Relacionados

Arrepio na cabeça: o que pode estar acontecendo?
Parestesia é o termo médico para designar a sensação de arrepio na cabeça ou formigamento... (Leia mais)
Triconodose: como evitar?
A triconodose é uma situação literalmente embaraçante. Além de prejudicar a saúde capilar, essa condição... (Leia mais)
Terapeuta capilar, tricologista e médico especialista: qual a diferença?
Existem diversos termos para denominar os profissionais que lidam com problemas no cabelo ou couro... (Leia mais)

Deixe um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *