Soroterapia capilar: soro para queda de cabelo e calvície

Clínicas de estética e até alguns médicos estão oferecendo ao seus pacientes uma nova forma de tratamento: a soroterapia capilar.

O soro para queda de cabelo e calvície promete resolver esses problemas de forma rápida, eficaz e segura.

Mas será isso possível?

O que é soroterapia capilar?

A soroterapia capilar é a infusão de soro fisiológico com alguns compostos por via endovenosa.

Em outras palavras, é o famoso soro na veia.

A composição do soro capilar é muito variável, contendo desde vitaminas, minerais, aminoácidos até antioxidantes.

Entretanto, a formulação pode ir além, dependendo das necessidades de cada paciente.

Como o soro é só um veículo de infusão, há diversas combinações de ativos possíveis, incluindo até medicamentos.

Embora o soro permita essas misturas é importante distinguir a veiculação de remédios via venosa em hospitais da soroterapia capilar.

Geralmente o soro capilar é oferecido aos pacientes como modalidade terapêutica em clínicas particulares do tipo integrativas ou de tricologia.

A técnica é a mesma, contudo a proposta é bem diferente.

Para que serve a soroterapia capilar?

O objetivo do soro capilar é amplificar e acelerar o processo de reposição de nutrientes no paciente.

Dessa forma, espera-se suprir o organismo e por conseguinte, nutrir e fortificar o folículo capilar, permitindo seu pleno desenvolvimento.

As principais indicações da soroterapia capilar são para tratar a queda de cabelo, calvície e estimular o crescimento dos fios.

Além dessas, no entanto, ainda se pode usar o soro para alopecia areata, alopecias cicatriciais, foliculites, psoríase e até dermatites.

Aliás, essa lista pode ser ainda maior caso se queira anunciar a soroterapia capilar como solução para queixas frequentes.

Assim, por exemplo, pode se usar soro capilar para cabelos finos, ralos, sem brilho, que não crescem ou se quebram facilmente.

Até mesmo problemas no couro cabeludo como coceira, dor, formigamento, ardência ou espinhas também podem teoricamente ser tratados através da soroterapia.

Afinal de contas, o soro é apenas uma forma de se diluir diversos ativos e facilitar sua entrada no organismo.

Benefícios do soro capilar

Dentre as vantagens da soroterapia capilar têm-se:

  • permite reposição rápida de nutrientes;
  • praticidade, pois já toma tudo de uma vez;
  • evita possíveis perda de doses por esquecimento;
  • específico para os déficits nutricionais e problemas do paciente;
  • individualidade, ao ser algo com formulação própria para cada pessoa;
  • adapta-se às diversas fases e problemas.

Como é feita a soroterapia capilar?

O processo se inicia a partir da queixa do paciente.

Após questionar sobre diversos aspectos do problema capilar, o médico ou outro profissional responsável pede a lista dos exames.

Com os resultados dos exames de sangue em mãos, o médico então prescreve o soro capilar especifico.

A seguir se programam as sessões de acordo com a necessidade do paciente e indicação do médico.

Cada sessão de soroterapia capilar dura em média 1 hora.

Ao chegar no local da infusão, o paciente é acomodado em confortáveis cadeiras reclináveis.

Seu braço então é examinado à procura do local ideal para punção.

O local de preferência para se passar o soro são as veias do braço. Mais raramente se usa os vasos do punho ou do dorso da mão.

Após higienizar o local da punção com álcool, a funcionária, geralmente enfermeira, punciona a veia do paciente com um scalp.

Esse dispositivo permite a visualização do retorno venoso no cateter, assegurando que a veia foi pega corretamente.

Após essa certificação, a atendente então fixa o scalp na pele com uma fita micropore.

Depois disso, conecta-se o equipo contendo o soro capilar ao dispositivo e pronto, é só aguardar.

Durante todo o processo, o paciente tem monitorização e acompanhamento dos funcionários da clínica.

Riscos e efeitos colaterais

A dor ao picar com a agulha do scalp e introduzir o cateter faz parte do procedimento.

As principais complicações da soroterapia capilar são sangramento, equimose, hematoma, flebite e infecções.

Além disso, alguns efeitos adversos podem incluir aumento ou queda da pressão arterial, dor de cabeça e palpitação.

Contraindicações

As principais restrições ao soro capilar são gestantes, lactantes, crianças e pessoas com problemas renais, de coagulação ou alergia.

Soroterapia capilar funciona?

Nenhuma vitamina na veia faz o cabelo parar de cair.

O único elemento ou nutriente do soro capaz de melhorar a queda de cabelo em casos de carência é o ferro

Mesmo assim, a reposição endovenosa de ferro é para casos mais severos, refratários ou quando há algum problema de absorção.

Os outros componentes da soroterapia não têm qualquer interferência direta na queda de cabelo e muito menos na calvície.

A alopecia androgenética é uma condição progressiva de perda capilar devido a fatores hormonais e hereditariedade.

Nenhum soro capilar com vitaminas é capaz de mudar essas variáveis da calvície e, portanto, não há fundamento para seu uso.

Já a queda de cabelo costuma ser multifatorial, ou seja, consequência de diversos agravos ao corpo ou ao couro cabeludo.

Por isso, seria muito simplista resolver todas as patologias prejudiciais ao cabelo a um mero tratamento com soro vitaminado.

Mesmo porque as vitaminas do soro são hidrossolúveis, ou seja, diluídas em água.

Dessa forma, elas não se depositam no corpo como ocorre com as lipossolúveis (vitamina A,D, E, K).

A grande maioria das vitaminas hidrossolúveis (complexo B, vitamina C) precisam de reposição constante através da alimentação ou suplementação. 

Portanto, seja para calvície ou queda de cabelo, a soroterapia capilar não funciona.

Vale a pena tomar o soro capilar?

As clínicas de soroterapia capilar se valem de algumas crenças populares para oferecer um procedimento altamente duvidoso.

Uma delas é associar a queda de cabelo, falta de disposição e cansaço à carência de vitaminas.

Ao oferecer a reposição de nutrientes na veia, a sensação é de ter uma resposta mais rápida e eficaz.

Adicionando-se corantes que saem na urina, ainda se cria uma sensação dele realmente estar agindo no corpo todo.

Entretanto, apesar de ser na veia, o máximo efeito que se obtém é uma hidratação graças a presença do soro fisiológico. Para pessoas que não querem engordar, aliás, isso é bem ruim.

Portanto, não vale a pena tomar soro com vitaminas para queda de cabelo.

Por outro lado, existem diversos outros recursos com embasamento científico para tratar problemas capilares.

Quer saber qual seria o mais indicado para o seu caso?

Então, faça-nos uma visita!

A Clínica Doppio  possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície. Além disso, contamos ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

Dr. Nilton de Ávila Reis

CRM: 115852/SP | RQE 32621


Posts Relacionados

Você sabia que minoxidil faz mal para cães e gatos
Os pets cada vez mais ganham espaço na vida das pessoas. Por isso, é comum... (Leia mais)
Eclipse capilar: o elo entre a queda e o crescimento do cabelo
O eclipse capilar pode ser a resposta de porque demora tanto para o cabelo crescer... (Leia mais)
Minoxidil oral para tratamento capilar: indicações, efeitos e resultados
A prescrição do minoxidil comprimido vem se tornando cada vez mais popular para tratar a... (Leia mais)

Deixe um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *