tricologista médico especialista cabelos

Tricologista: médico especialista em cabelos?

O termo médico tricologista vem sendo usado como sinônimo de profissional especialista em cabelos. Entretanto, esse termo não existe no Conselho Federal de Medicina.

Para saber quem é o verdadeiro médico especialista em cabelos, popularmente chamado de tricologista, leia o texto abaixo.

Médico

Para se formar médico, é necessário fazer graduação em medicina.

O ingresso no curso se faz através de concursos vestibulares ou, atualmente, também pela nota do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio).

Uma vez aprovado por um desses métodos seletivos, o aluno inicia o curso de medicina.

A graduação tem duração de 6 anos. Os primeiros anos são mais voltados para o ensino teórico de áreas básicas da ciência médica. Os últimos dois, conhecidos como internato, são mais focados prática médica.

Após cumprir os 6 anos de estudos teóricos e práticos, o aluno então se forma médico.

Uma vez finalizada a graduação, o médico recebe um número de registro e identificação conhecido como CRM. A partir desse momento, o médico está habilitado a atender como clínico geral.

Médico residente

Para se tornar um especialista, o médico presta um novo processo seletivo na sua especialidade.

Tanto esse processo seletivo quanto o período de especialização são conhecidos como residência.

A residência médica é um programa de aperfeiçoamento que segue diretrizes do Ministério da Educação (MEC).

O MEC determina não somente quais são as instituições credenciadas, como o número de vagas permitidas. Assim, não basta fazer “especialização”. É preciso que o MEC reconheça o serviço em que foi feita essa especialização.

Uma vez aprovado no concurso em uma instituição credenciada pelo MEC, o médico residente inicia seu treinamento.

A duração do aprimoramento varia de acordo com a especialidade escolhida.

Geralmente esse período dura entre 2 a 5 anos.

Após terminar esse período de aperfeiçoamento, o médico está apto a atender em sua área de interesse.

Título de médico especialista

No entanto, para ser reconhecido perante os outros médicos especialistas da área, o médico que terminou a residência médica ainda precisa mais uma prova, a prova do título de especialista.

Assim como existem serviços reconhecidos pelo MEC, existem especialidades reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

As especialidades reconhecidas pelo CFM organizam em Sociedades, cujo ingresso se faz pelo título de especialista.

A prova do título é organizada pelos integrantes da especialidade em que se pretende fazer parte.

Somente após aprovação nessa prova, o profissional que fez graduação em medicina, residência em um serviço reconhecido pelo MEC, pode ser chamado especialista.

Uma vez aprovado em todas essas etapas, o médico passa a fazer parte da Sociedade Brasileira de sua Especialidade.

Nesse momento, ele recebe um número de registro na especialidade, chamado Registro de Qualificação de Especialista (RQE).

O RQE é a garantia de que o médico tem especialização e está regular com sua Sociedade.

Tricologista

O termo tricologia tem origem grega e significa estudo (lógos) do cabelo (thricos).

Assim, o médico tricologista seria aquele responsável pelo estudo e tratamento de condições capilares.

Entretanto, o termo tricologista não é reconhecido pelo Conselho Federal de Medicina.

Médico especialista em cabelos

Não há residência ou especialização, autorizada pelo MEC nem pelo CFM chamada Tricologia. Assim não há médico tricologista.

A área da medicina que estuda os cabelos é a Dermatologia.

Assim, a sociedade médica responsável pela área é a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Fundada em 4 de fevereiro de 1912, a SBD é a instituição credenciada pelo MEC e CFM para a formação de médicos clínicos especialistas em cabelos.

A parte cirúrgica, que envolve o transplante capilar, fica a cargo tanto dos dermatologistas quanto dos cirurgiões plásticos.

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) também é uma instituição credenciada pelo MEC e CFM.

Tanto a SBD quanto a SBCP contam com profissionais aptos a tratar a calvície cirurgicamente.

Assim, o médico especialista em cabelos deve ser dermatologista ou cirurgião plástico, com CRM e RQE e não o tricologista.

Como encontrar um médico especialista em cabelos?

No estado de São Paulo, o site do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP) tem uma ferramenta que permite descobrir se o médico é mesmo especialista.

Basta fazer uma pesquisa por médicos cadastrados. Ao colocar o nome ou CRM do médico, é possível descobrir se o médico é especialista e qual sua especialidade.

O número de RQE garante que o médico tem uma especialidade.

Para ser médico especialista em cabelos, ele precisa ser da Sociedade Brasileira de Dermatologia ou, para casos cirúrgicos, também pode ser da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Tanto dermatologistas quanto cirurgiões plásticos estão aptos a fazer implantes capilares.

Aspectos legais

O Código de Ética Médica, criado pelo Conselho Federal de Medicina, rege sobre as normas para o exercício da medicina no Brasil.

No item XIII, referente à Publicidade Médica, artigo 115 está escrito que é vedado ao médico anunciar títulos científicos que não possa comprovar e especialidade ou área de atuação para a qual não esteja qualificado e registrado no Conselho Regional de Medicina.

Assim, fazer anúncios como se o médico tricologista fosse especialista em cabelos é incorreto.

Quem é o verdadeiro tricologista?

O termo tricologista não aparece no site nem do Conselho Federal de Medicina, nem da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Portanto, é um termo não reconhecido pelas instituições médicas brasileiras.

A tricologia não é uma especialidade, mas sim uma área de interesse dentro da dermatologia.

Assim, o médico especialista em cabelos é o dermatologista, com título de especialista reconhecido pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Esse profissional deve ter além do CRM, o número do RQE registrados.

A Clínica Doppio além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

Atendimento

  • Avenida Lavandisca, 777 - Moema, São Paulo, SP. CEP: 04515-011
  • Terça à Sexta: 09hs às 19hs.
    Sábado: 09h às 18hs
  • +55 (11) 3853-9175
Categorias

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdo protegido.