Vale a pena usar a escova de couro cabeludo?

Algumas pessoas têm incorporado a escova de couro cabeludo na rotina de higiene capilar

A ideia de quem faz uso desse acessório é aumentar o poder de limpeza durante a lavagem.

É fato que a saúde capilar depende de um couro cabeludo limpo.

Mas será preciso usar uma escova para limpar a cabeça?

Para que serve a escova de couro cabeludo?

Na internet, existem diversos termos de busca para esse acessório. É o caso, por exemplo, de limpador para couro cabeludo, escova de xampu ou escova massageadora do couro cabeludo.

A própria existência desses diferentes nomes sugerem uma possível ampla variedade de aplicações do acessório na rotina de cuidados com o cabelo.

Apesar das diversas possibilidades, no entanto, a função básica da escova de couro cabeludo é  uma só: substituir o uso dos dedos e unhas na hora de esfregar a cabeça.

Como se sabe, além de machucar e poder provocar cortes, as unhas carregam sujeiras e bactérias consigo.

Dessa forma, dependendo da intensidade da manipulação, pode haver ferimentos e inoculação de bactérias na pele do couro.

Além de dermatites, a infecção pode atingir a raiz do cabelo causando foliculite.

Portanto, a principal finalidade da escova seria promover a esfoliação do couro cabeludo, atuando na remoção de pele morta, caspa, toxinas ou resíduos de produtos.

O acessório também pode ter outras utilidades.

É o caso, por exemplo, da aplicação de produtos no couro.

A escova pode ajudar o produto a atingir a pele com mais eficiência, além de facilitar na sua distribuição.

Assim, produtos destinados ao couro podem primeiro ser aplicados para  depois serem espalhados no couro com a escova.

Por fim, outro uso da escova é como massageador do couro cabeludo. 

Nesse caso, a escova tem o intuito de promover a sensação de relaxamento e combate ao estresse.

A massagem com a escova de couro cabeludo pode ser feita com o cabelo molhado ou seco.

Qual é diferença da escova de couro cabeludo para o modelo convencional?

Em geral, a escova de couro cabeludo é feita com materiais macios, suaves e antiaderentes, como silicone ou plástico. 

A ideia é não agredir o couro cabeludo, mas ao mesmo tempo eliminar os resíduos e pele morta.

Diferentemente dos pentes e escovas de cabelo, esse modelo tem dentes mais curtos. Isso o torna mais apropriado para massagear ou esfoliar o couro cabeludo e não para desembaraçar ou modelar os fios.

Quais os benefícios da escova de couro cabeludo?

O uso correto da escova pode proporcionar ganhos à saúde capilar.

Algumas dessas vantagens serão descritas a seguir.

1. Aplicação e remoção de produtos capilares

A escova de couro cabeludo facilita a aplicação de produtos, ajudando a espalhar uniformemente loções e outros tônicos no couro.

Além disso, o acessório também pode melhorar a remoção dos produtos do couro.

Isso porque a escova aumenta o contato direto do shampoo com o couro cabeludo, melhorando sua ação.

2. Aumento da circulação sanguínea

A pressão mecânica da escova também contribui para  a melhora de irrigação sanguínea no local.

Ao exercer pressão na pele, a escova faz os capilares sanguíneos se dilatarem, aumentando a distribuição de sangue no couro.

3. Estímulo aos folículos capilares

O folículo, onde fica a raiz do cabelo, é a parte viva e dinâmica do fio.

É esse o local de produção de células foliculares necessárias para o crescimento do cabelo.

Ao melhorar a irrigação sanguínea local, a escova de couro cabeludo estimula o desenvolvimento saudável do cabelo.

Isso porque o aumento do fluxo de sangue no couro melhora a chegada de nutrientes e oxigênio à raiz dos cabelos.

Dessa forma, os folículos  têm mais elementos favoráveis para crescer e se desenvolver de maneira correta.

4. Auxiliar no tratamento da caspa

A caspa é uma descamação do couro cabeludo geralmente decorrente de processos inflamatórios locais.

Existem diferentes tipos de inflamação que podem gerar caspa como, por exemplo, a dermatite atópica, eczema, psoríase e dermatite seborreica.

A seborreia é de longe a causa mais frequente de caspa.

Admite-se que diversos fatores contribuem para a inflamação do couro cabeludo na dermatite seborreica. Dentre eles, estão a produção sebácea e a aumento do fungo Malassezia.

A Malassezia é um tipo de fungo  normalmente presente na pele do couro.

Entretanto, em determinadas situações, há um aumento da proliferação desses fungos.

O corpo, na tentativa de conter esse aumento fúngico, provoca irritação local, aumentando a produção de células mortas da pele.

A ideia aqui é eliminar os fungos que estão na superfície da pele através do desprendimento de escamas de células mortas contendo o fungo.

Ou seja, na seborreia, a caspa parece fazer parte do processo de regulação do microbioma da pele.

Assim, ao ajudar a limpar o couro, remover resíduos e excessos de células mortas, a escova de couro cabeludo pode auxiliar no tratamento da caspa.

É claro que o acessório não vai, isoladamente, resolver o problema da caspa, mas quando bem indicada, pode agregar.

Em conjunto com outras condutas, como xampus e remédios, a escova pode ajudar a tornar o tratamento mais eficaz.

5. Hidratação 

As glândulas sebáceas se associam aos folículos e, por isso, são mais frequentes em áreas pilosas.

Por ser uma região com alta densidade de folículos, o couro é uma área com abundância de glândulas sebáceas.

Portanto, não é muito comum ter um couro cabeludo seco. 

Mesmo assim, em algumas condições dermatológicas, como o eczema atópico, por exemplo, pode haver ressecamento.

Nesses casos, a escova de couro cabeludo pode ajudar na distribuição mais uniforme dos óleos naturais e tópicos prescritos pelo médico.

Dessa forma, ela pode contribuir para reduzir incômodos como a descamação e coceira associadas ao ressecamento cutâneo.  

6. Relaxamento

A escova de couro cabeludo também pode ser usada para massagear a cabeça, promovendo um efeito calmante.

O uso do acessório durante o banho torna esse momento ainda mais relaxante, gerando benefícios físicos e emocionais. 

Um deles é a amenização do estresse, sabidamente prejudicial à saúde capilar.

Como usar a escova de couro cabeludo?

Assim como ocorre com outros tipos de pentes e escovas, também há algumas dicas para o uso da escova de couro cabeludo.

Quando for usá-la no banho, por exemplo, primeiro deve-se molhar o cabelo com água fria ou morna e aplicar o xampu. 

Em seguida, use a escova para espalhar o produto fazendo movimentos circulares amplos.

Mantenha o uso da escova no momento de enxaguar garantindo a remoção do excesso de produto e impurezas.

A frequência de uso da escova vai depender da sua finalidade e indicação, geralmente orientadas pelo médico especialista.

Também é possível usar o acessório com o cabelo seco. 

Nesse caso, use-a para massagear o couro cabeludo em movimentos circulares menores e mais suaves.

O acessório também pode ser usado de forma a espalhar produtos e remédios tópicos no couro cabeludo, conforme orientação médica.

Escova de couro cabeludo: quando usar?

Não há nada que a escova de couro cabeludo faça de especial que os dedos não possam fazer.

Assim como as unhas, a escova também tem riscos associados ao seu uso, ou seja, ela também pode machucar e contaminar a pele, caso não higienizada corretamente.

Em alguns casos, no entanto, pode ser interessante fazer uso desse acessório.

Para se obter os benefícios esperados com a escova de couro cabeludo é necessário usá-la de maneira correta.

O seu uso inadequado e sem indicação pode machucar o couro, agravar ainda mais dermatites e provocar queda de cabelo.

Portanto, a recomendação é primeiro avaliar o couro com um médico especialista.

A partir de exames de imagem, o médico pode indicar a necessidade, finalidade e maneira mais correta do usar a escova de couro cabeludo. 

Quer saber mais?

Então faça-nos uma visita!

A Clínica Doppio além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.
Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

Dr. Nilton de Ávila Reis

CRM: 115852/SP | RQE 32621


Posts Relacionados

Foliculite queloidiana da nuca: causas, sintomas, prevenção e tratamento
Embora não apresente riscos à saúde, a foliculite queloidiana da nuca pode gerar um incômodo... (Leia mais)
Caspa: causas e remédios para tratamento
A busca pelas causas da caspa vem ganhando novos capítulos recentemente. Conforme as pesquisas sobre... (Leia mais)
Peeling capilar: indicações, benefícios e riscos
O peeling capilar faz parte do protocolo de tratamento de diversas patologias envolvendo o cabelo... (Leia mais)

2 Responses

  1. Gostei o que li, eu preciso de ajuda tenho o couro couro cabeludo rosado tenho um pouco de comichão, preciso de vossa ajuda, não quero perder meu cabelo.

    1. Olá, Telma

      Para eu saber o que está te acometendo e assim conseguir te ajudar, preciso examinar seu couro cabeludo.
      Através do exame do couro, é possível te orientar sobre um tratamento mais adequado.
      Caso queira mais informações, entre em contato conosco pelo número (11) 38539175.
      Estamos à disposição para ajudá-la.

Deixe um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *