Visagismo: qual o melhor corte para cabelos finos e ralos?

Visagismo: qual o melhor corte para cabelos finos e ralos?

Todos reconhecem que o cabelo é um dos elementos mais importantes na definição da imagem de uma pessoa. Entretanto, poucos sabem que existe uma área especializada no estudo da harmonização facial com o tipo de cabelo chamada visagismo.

O que é visagismo?

Os princípios do visagismo começaram a ser criados em 1930 pelo maquiador e cabeleireiro francês Fernand Aubry.

No entanto, a técnica só ganhou visibilidade em 2002 com o livro “Visagismo: Harmonia e Estética” do artista plástico Philip Hallawell.

O conceito de visagismo se baseia na arte de criar uma imagem pessoal de acordo com as características físicas e comportamentais de cada um.

Assim, o visagismo busca, de forma ampla, integrar todos os diferentes aspectos pessoais na composição de uma imagem única.

Visagismo: compondo a imagem

Entre os elementos considerados para a harmonização facial, consideram-se, por exemplo, fatores como o peso, altura, tom de pele, formato do rosto, cor dos olhos e tipo de cabelo, dentre outros.

Não menos importantes, outros aspectos como o comportamento e personalidade da pessoa também são determinantes no processo.

Assim, segundo o visagismo, pode haver diversas variações dentro de um mesmo biotipo.

É o caso, por exemplo, de uma pessoa mais extrovertida ser instruída a optar por um corte que represente mais essa característica, respeitando seu biotipo.

O processo de visagismo se inicia a partir da coleta da maior quantidade de informações sobre traços físicos e pessoais da pessoa.

A partir desses elementos, torna-se possível sugerir, dentre outros, variações de corte, penteado e tom ideais para que o cabelo passe a representar melhor o que a pessoa deseja transmitir com sua imagem.

Outras variáveis como maquiagem e formato da sobrancelha, também podem ser sugeridas a partir dessa técnica.

Como o cabelo interfere na sua aparência?

Segundo Philip Hallawell o visagismo ajuda na criação de uma imagem pessoal que reflita as qualidades interiores da pessoa utilizando-se das características físicas e princípios da linguagem visual, como harmonia e estética.

Assim, um corte de cabelo inadequado às características pessoais pode fazer com que uma pessoa mais extrovertida tenha uma aparência muito séria, prejudicando a imagem pessoal que é transmitida por estar em contradição.

O que parece algo sutil ou mesmo fútil pode, na verdade, significar bem mais do que isso.

Isso porque os cabelos desempenham um papel fundamental na determinação da personalidade da pessoa, sendo um dos seus traços mais marcantes.

Estudos sobre cabelos e aparência

Estudos sobre identificação facial mostram que características periféricas da face como formato do rosto e cabelos são determinantes para reconhecimento de pessoas que só foram vistas uma vez. Segundo esses estudos, outras partes como olhos, nariz e boca são mais importantes para se diferenciar pessoas que já são bem conhecidas, mas não aquelas que são vistas pela primeira vez.

Um outro dado interessante sobre o assunto é que pesquisas apontam que a tomada de decisão sobre se um rosto é atraente ou não leva apenas alguns milissegundos. Trata-se de um processo tão rápido que muitas vezes ele nem se torna consciente.

Assim, quase que de maneira inconsciente, o cabelo assume um papel importante no reconhecimento e atratividade das pessoas.

Além disso, um outro fator também pode influenciar nesse processo: a associação entre cabelo e idade aparente.

Idade aparente versus idade real

Nesse sentido, a noção de cabelos cheios, volumosos e com fios grossos é vista como mais jovial, enquanto cabelos finos e brancos são mais associados à velhice.

Dessa forma, mesmo que jovens, homens e mulheres com alopecia androgenética, caracterizada por cabelos finos e ralos, quase sempre parecem mais velhos do que realmente são.

É o que comprova estudos científicos, como o publicado no British Medical Journal.

Nesse estudo, o grau de calvície foi um fator estatisticamente significante na percepção de que a pessoa pareça mais velha do que ela realmente é.

Algumas pesquisas chegam a apontar, por exemplo, que homens calvos aparentam ter em média até 8 anos a mais do que a idade real deles.

Por fim, vale destacar outro aspecto frequentemente associado à aparência dos cabelos: a saúde geral.

Pessoas que perdem cabelos rapidamente são logo questionadas a respeito de doenças graves.

Isso porque para as pessoas em geral, tanto a queda quando a rarefação capilar são sinais claros de que algo não está bem, seja do ponto de vista emocional ou físico.

Visagismo: qual o papel do cabelo na harmonização facial?

O objetivo do visagismo é proporcionar a harmonização facial, ou seja, adequar características físicas da face de forma a transmitir, de forma harmoniosa, o que a pessoa realmente é.

E nesse contexto, a participação do cabelo é fundamental.

Primeiro por conta de sua representatividade no conjunto facial, funcionando quase como uma “moldura” da face.

Além disso, ele se torna ainda mias importante pela rapidez e facilidade com que ele pode ser alterado. Seja com cortes, penteados, produtos, colorações ou procedimentos, diversas são as possibilidades de mudanças com os cabelos.

E tudo muito mais rápido do que qualquer outra parte da face ou corpo, cujas alterações geralmente dependem de procedimentos cirúrgicos com longos tempos de recuperação.

Assim, os cabelos são essenciais para o visagismo na busca pela harmonização facial.

Entretanto, isso só é possível em cabelos saudáveis.

Qual o melhor corte para quem tem queda de cabelos ou alopecia?

Pessoas que sofrem de queda de cabelo ou calvície acabam tendo limitações quando à adequação do cabelo a suas personalidades.

Desse modo, parte dessas pessoas podem vir a desenvolver sentimentos negativos com baixa autoestima, ansiedade e até depressão.

Se você é uma dessas pessoas, que se sentem limitadas pela dificuldade de adequar sua aparência por conta de queda de cabelo ou calvície, faça-nos uma visita.

Lembre-se:  o melhor corte para quem tem queda de cabelos ou alopecia é o tratamento capilar adequado!

A Clínica Doppio, além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *