Viviscal: suplemento para queda de cabelo

Viviscal: suplemento para queda de cabelo

Fabricado nos Estados Unidos e comercializado no exterior, o Viviscal é um suplemento alimentar que promete o fortalecimento e crescimento capilar.

Composição

As duas versões de Viviscal apresentam diferença na composição, com variação de alguns de seus ingredientes.

Ambos possuem em suas fórmulas os seguintes ingredientes:  zinco, vitamina C, niacina, extrato de cavalinha, e o complexo marinho AminoMar.

A versão para mulheres não contém extrato de linhaça. Já a versão para homens não contém biotina, cálcio, ferro e semente de milhete.

Abaixo, um resumo dos principais componentes e diferenças entre os produtos:

VIVISCAL EXTRA STRENGTH VIVISCAL FOR MEN
Carboidratos  <1g Carboidratos <1 g
Vitamina C 59 mg Vitamina C 30 mg
Niacina 12 mg Niacina
Biotina 120 mcg Não contém
Cálcio 60mg Não contém
Ferro 10mg Não contém
Zinco 11 mg Zinco 8 mg
Complexo Amino Mar 450 mg Complexo Amino Mar  452.9 mg
Extrato de cavalinha 36.7 mg Extrato de cavalinha 24.5 mg
 Semente de milhete 7.5 mg Não contém
Não contém Extrato de linhaça 50 mg

 

Biotina

A biotina é também chamada vitamina B7 ou H.

Assim como outras vitaminas do complexo B, a biotina participa do metabolismo de proteínas e disponibilização de aminoácidos. Uma vez processados, os aminoácidos da dieta são novamente reagrupados em proteínas como a queratina, principal componente do fio.

A deficiência de biotina pode levar ao aumento da queda de cabelos.

Sua suplementação, no entanto, não confere vantagens à saúde dos cabelos em pessoas sem deficiência dessa vitamina.

A deficiência de biotina é rara, uma vez que bactérias intestinais produzem essa vitamina.

Niacina

Assim como a biotina e outras vitaminas do complexo B, a niacina também participa do metabolismo de alimentos.

Através da quebra de carboidratos, proteínas e lipídeos, a niacina contribui com o fornecimento de energia ao organismo.

Além disso, a niacina também melhora a oferta de nutrientes aos fios por melhorar a circulação sanguínea.

O aporte adequado de nutrientes e energia é fundamental para o desenvolvimento capilar.

A niacina ainda tem propriedades anti-inflamatórias. Sabe-se que a inflamação é um dos mecanismos envolvidos na queda de cabelos e na alopecia androgenética.

Vitamina C

A fonte da vitamina C do Viviscal é a acerola, uma das frutas com maior teor dessa vitamina.

A vitamina C é um potente antioxidante que ajuda a proteger os cabelos da ação dos radicais livres. Os radicais livres são substâncias altamente reativas que provocam danos à estrutura e ao desenvolvimento capilar.

Além disso, a vitamina C ajuda na absorção do ferro, mineral com importante papel na manutenção da saúde dos cabelos.

Ferro

Déficits de ferro podem prejudicar os cabelos, favorecendo a queda.

Uma das formas mais usadas para se avaliar os estoques de ferro no organismo é através dos níveis de ferritina.

A ferritina é uma proteína que se liga ao ferro, sendo responsável pelo seu armazenamento.

Valores reduzidos de ferritina podem favorecer a queda, mesmo antes de que a anemia possa ser diagnosticada.

A anemia é a deficiência grave de ferro, cujos sintomas incluem mudanças nas características dos fios e queda de cabelos.

A versão masculina do Viviscal não tem ferro, talvez por homens serem menos expostos à deficiência de ferro, uma vez que costumam consumir mais carne vermelha e não menstruam.

Zinco

O zinco participa de processos como imunidade, reprodução, paladar, olfato, visão, coagulação, funções tiroidiana e da insulina.

O zinco também tem propriedade antioxidante, ajudando a proteger o organismo dos radicais livres.

Além disso, ele participa da manutenção da saúde dos cabelos. Estudos recentes têm demonstrado seu papel no tratamento da alopecia areata.

A deficiência de zinco é rara.

Idosos, alcoólatras, pessoas com anorexia ou com dietas muito restritivas são mais susceptíveis.

A deficiência severa de zinco pode causar além da queda de cabelos, diarreia e lesões de pele.

Extrato de cavalinha

De nome científico, Equisetum arvense, o extrato de cavalinha parece ter algumas atividades anti-inflamatórias.

Como a inflamação do couro cabeludo pode favorecer a queda de cabelos, o uso do extrato poderia ser útil.

Entretanto, há evidência científica de que substâncias contidas nessa planta possam ajudar na queda de cabelo.

Extrato de semente de milhete

Também conhecido como painço ou sorgo, o milhete é um grupo formado por diversos pequenos grãos usados para alimentação humana ou animal.

O fabricante do Viviscal não informa qual o tipo de milhete usado nem a composição do extrato de milhete contido na fórmula.

Como componente geral, o extrato de milhete não tem comprovação científica de benefícios para os cabelos.

Complexo marinho AminoMar

A bula do suplemento informa que o composto é formado por:

  • Pó de cartilagem de tubarão
  • Extrato de pó de ostra

 

Segundo a empresa, o composto é rico em proteínas e ácido graxo ômega 3, importantes para os cabelos.

No entanto, a falta de dados sobre o produto e também de estudos com esse composto isolado dificultam a avaliação de sua eficácia.

Bula: dose de Viviscal

A dose sugerida pelo fabricante é de 1 comprimido 2 vezes ao dia, após refeições, durante 3 a 6 meses.

Quem pode tomar Viviscal?

Conforme a bula, homens e mulheres, desde que maiores de 18 anos, podem tomar o suplemento.

Crianças e adolescentes, pessoas alérgicas a peixes ou frutos do mar, gestantes e mulheres amamentando não devem tomar Viviscal.

Efeitos colaterais

Não há relatos de efeitos colaterais do Viviscal nem na bula, nem nos poucos estudos científicos existentes sobre o suplemento.

Entretanto, consta um aviso sobre a possibilidade de envenenamento em crianças menores de 6 anos de idade após overdose acidental com produtos contendo ferro.

Apesar de conter carboidratos, a quantidade existente na dose recomendada não engorda.

Viviscal funciona?

Segundo a bula, Viviscal fornece nutrientes para o folículo que prolongam a fase de crescimento do cabelo.

A maior duração da fase de crescimento promoveria, dessa forma, o fortalecimento e o crescimento dos fios.

Conforme o fabricante, esses dados são cientificamente comprovados, resultando em redução da queda e melhora do calibre do fio dentro de 3 a 6 meses.

Entretanto, os poucos estudos científicos existentes não permitem um consenso sobre seu real benefício. Um dos problemas desses estudos é que boa parte deles foi patrocinado pela fabricante, empresa Lifes2good, Inc, com sede em Chicago, EUA.

Além disso, não há comprovação de que a suplementação de nenhum dos componentes do Viviscal em pessoas sem deficiências específicas possa trazer algum benefício aos cabelos.

Viviscal para queda de cabelos: considerações finais

Assim como outros suplementos alimentares, o Viviscal contém nutrientes que visam repor possíveis carências da dieta.

Seus benefícios, portanto, estão atrelados a situações específicas de deficiências nutricionais.

Dessa forma, antes de optar pelo uso de Viviscal ou qualquer outro suplemento, deve-se consultar um médico ou nutricionista.

A Clínica Doppio além de possuir uma estrutura apropriada para avaliação e tratamento de queda de cabelos e calvície, conta ainda com um médico especialista em cabelos e profissionais preparados para ajudar com seu problema.

Faça uma avaliação e obtenha as informações e cuidados para o seu caso.

 

 

10 respostas

    1. Olá, Fabiana

      Apesar do Viviscal ser um suplemento alimentar com poucas restrições de uso e efeitos colaterais relatados, sugiro que procure uma orientação médica ou de um nutricionista antes de tomar qualquer medicamento ou suplemento.
      Mesmo porque o uso incorreto de suplementos não faz crescer (https://clinicadoppio.com.br/crescimento-dos-cabelos/) ou engrossar cabelos, podendo ainda aumentar a queda (https://clinicadoppio.com.br/queda-de-cabelo-por-excesso-de-vitaminas-e-minerais/).
      É preciso entender as causas do seu cabelo ser fino ou não crescer. Uma das possibilidades é a alopecia androgenética (https://clinicadoppio.com.br/calvicie-feminina/).
      Somente após avaliação completa, com análise do fio de cabelo, couro cabeludo e exames de sangue, é possível determinar os motivos da sua queda de cabelo.
      Caso queira mais informações, entre em contato conosco pelo número (11) 38539175.
      Estamos à disposição para ajudá-la.

    1. Olá, Eveline

      Como a composição do complexo marinho AminoMar não é completamente clara, é melhor que pessoas com alergia a mariscos ou outros animais marinhos não consumam esse produto.

    1. Olá, Darlene

      Apesar de não ser a indicação sugerida pelo fabricante e portanto, não ser o mais recomendável, é possível tomar 2 comprimidos de uma vez.

    1. Olá, Sueli

      O Viviscal não é um medicamento para alopecia androgenética, mas um suplemento alimentar (https://clinicadoppio.com.br/suplementos-para-cabelos/).
      Assim como qualquer outro suplemento nutricional, ele só é benéfico em casos específicos de deficiências de vitaminas (https://clinicadoppio.com.br/queda-de-cabelo-por-deficiencia-de-vitamina/) ou minerais (https://clinicadoppio.com.br/queda-de-cabelo-por-deficiencia-de-minerais/).
      Por outro lado, o uso desse ou de qualquer outro suplemento deve ser feito com cautela uma vez que também pode haver piora da queda por excesso de vitaminas e minerais.
      Portanto, sugiro que procure um médico especialista para avaliação e indicação do melhor tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *